quarta-feira, 2 de abril de 2008


O açude Itans, um dos símbolos de Caicó

Foto in
Suerda Medeiros


BALAIO PORRETA 1986
n° 2269
Rio, 2 de abril de 2008



POEMA
Moacy Cirne

manoel dantas ciço doido rui mariz
- será que o itans sangrará?

seu clóvis aiá aladim walfredo gurgel
- será que o itans sangrará?

josé ezelino bolo-bolo janúncio nóbrega
- será que o itans sangrará?

padre guerra mãe quininha olegário vale
- será que o itans sangrará?

prosas
trovas
glosas
- será que o itans shangri-lá?


DE VOLTA AO RIO

Hoje é dia de Maracanã.
Hoje é dia de Fluminense.

7 comentários:

Mme. S. disse...

salve, salve a sangria do Itans...
salve, salve o seu fluminense.
oxalá aos dois! um beijo, S.

mario cezar disse...

caríssimo moacy, vejo tua alegria açudeira. teu gesto úmido. teu riso desmedido. abraços

Romário Gomes disse...

E a Barragem Passagem das Traíras começou a sangrar. Ver: www.saojosedoserido.com
Abraço, mestreamigo.

sandra camurça disse...

Eita que o computador ficou bom na hora certa: Dia de Nense no Maraca!

Mas bem que eu queria conhecer Shangrilá ou ver o Itans sangrar ou conhecer o Chico Doido de lá...rs...

Beijos.

Jacinta disse...

E me acho meio "parente" do manoel dantas, não pelo dantas mas pelo "doido" - será que o itans sangrará?
E viva o Rio de Janeiro, com futebol para o Moacy.
Abraços
Jacinta

Oliver Pickwick disse...

Ótima fotografia, belíssima vista. O Antônio Conselheiro estava certo, "o sertão vai virar mar". Não dizem que só os loucos vislumbram o lado obscuro de todas as coisas?

Quanto ao poema, apesar de certas modernidades, "prosas / trovas/ glosas, tem a legítima estética da pequena cidade do interior. Muito mais rica que as coisas de Shangri-lá.
Abraços!

Cláudia Flores disse...

quanta coisa tão bela e diferente de mim. Preciso ler mais Moacy. Abraços