quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Praia de Genipabu,
ao norte de Natal

Foto sem identificação de autoria


BALAIO PORRETA 1986
n° 2498
Natal, 4 de dezembro de 2008


É possível resgatar o impossível?
Nada é impossível se ousamos com ousadia.
(Moacy Cirne, in Balaio 347, de 11/02/1992)


PROJETO BALAIO 2500

Em março de 1991, no Balaio 264

SOU RADICAL CAPITAL NATAL, LOGO EXISTO

Mais do que uma cidade, Natal é uma paixão-mulher. Uma cidade-poesia. A nossa homenagem, neste jornaleco, procura inaugurar a série de poemas & produções gráficas em função dos 25 anos do poema/processo, comemoração esta a se dar no próximo ano. Afinal, a trajetória político-literário-vanguardística é a melhor possível.

[O poema gráfico que ilustra o Balaio 264
contém, de forma estilizada, os seguintes acidentes geográficos:
Rio Potengi dos Meus Amores
Praia dos Artistas Putos da Vida
Alecrim da Boa Esperança
Grande Ponto da Gota Serena
etc. etc.]

Em 19 de dezembro de 2007, no
Balaio 2190

MOMENTOS MÁGICOS DA FICÇÃO CIENTÍFICA

Um ilustrador:
O americano Virgil Finlay (1914-71)
Dois quadrinhos:
Flash Gordon (Raymond, 1934)
Barbarella (Forest, 1962)
Três filmes:
2001: uma odisséia no espaço (Kubrick, 1968)
Blade Runner - O caçador de andróides (Scott, 1982)
O dia em que a Terra parou (Wise, 1951)
Quatro livros:
Crônicas marcianas (Bradbury, 1950)
Billenium (Ballard, 1962)
A cidade e as estrelas (Clarke, 1956)
Solaris (Lem, 1961)

5 comentários:

Mme. S. disse...

Esse Balaio é uma declaração de amor.

Mme. S. disse...

Esse Balaio é uma declaração de amor.

Cosmunicando disse...

amei os momentos mágicos da ficção científica, fãzoca assumida de todos os citados =)

essa praia de Genipabu é alguma coisa de espetacular...

beijos Moacy

Romário Gomes disse...

Moacy, acho perfeita a frase: "SOU RADICAL CAPITAL NATAL, LOGO EXISTO".

Pavitra disse...


caramba!

barbarella, 2001, blade runner e o dia em que a terra parou foram alguns dos filmes que marcaram a minha vida...

moacy, esse é um "balaio do tempo", hômi!