segunda-feira, 22 de junho de 2009


Mona Lisa Desnuda:
versões realizadas por autores anônimos;
algumas delas (como a da imagem inferior)

atribuídas ao próprio Da Vinci,
ou por ele supervisionadas, segundo os pesquisadores
(cf. Museo Ideale Leonardo Da Vinci)



BALAIO PORRETA 1986
n° 2700
Natal, 22 de junho de 2009

O gato é preguiçoso como uma segunda-feira.
(Mario QUINTANA. Imagem, in Caderno H, 1973)


ABERTURA, 1
Romério Rômulo
[ do livro Per Augusto & Machina, a sair ]

1. é louco ser solene.
é lúcido ser louco!

2. se tenho, como última morada
o som caleidoscópico da vida
carrego matrizes, almas sombreadas.

3. meu coração de cavalo, meu ato de terra
surrado dos demônios, ímpio em desvario.

4. quando surgi de mim, fiquei varrido.
e meu estado de coisa correu solto!

5. qualquer ambigüidade tem um tônus
que corta toda a alma pelo avesso!

6. a dor fecunda das hostes:
vou retomar meus laços com a vida.


CELEBRAÇÃO
Nydia Bonetti
[ in Longitudes ]

peço silêncio:
há uma flor
se abrindo no jardim


ELAS
Líria Porto
[ in Tanto Mar ]

a vida é a puta
que em mim se esfrega
e espera que eu resista
às suas curvas

a vida é a santa
que me recusa
e assim me arrasta
para suas pernas

a morte é mulher
sem intenções escusas


POEMA EM DÓ MENOR
Sheyla Azevedo
[ in Bicho Esquisito, em 24/10/2007 ]

Para que te convidar para entrar
Se sequer bates à porta

De que adiantaria todo alvoroço
Rosas no cabelo
Saia rodada
Calcinhas na gaveta
Se me despes apenas com silêncio e indiferença


Para que te convidar a beber
Da minha saliva

Se sequer sentes sede
E de que adiantaria colocar um blues na vitrola
Vinho em taças
Cubanos equilibrando-se no fino cristal
Se teus olhos se mantêm ávidos por outras esquinas


Não, senhor, não entrarás mais em minha casa.
Para chegar até esse lugar é preciso atravessar uma rua
Dois rios, alguns vendavais, poças de sangue
Quiçá um continente inteiro
E dois ou três versos desperdiçados

Mas de que adiantaria
Se sequer soubestes ler nas entrelinhas


O LIVRO DOS LIVROS
Segundo Testamento
1. O Livro de Maria Maria
A partir da próxima segunda-feira

16 comentários:

líria porto disse...

nossa... obrigada, moacy!

sobre o romério - esse mineiro é porreta! que versos!

e os demais poemas, és bom catador de pérolas!

besos
líria

Soninha disse...

Olá, Moacy!

Sou-lhe grata pela visita solidária!
Miguel e eu estamos juntos há quase um ano. Ele foi acometido por um mal súbito, mas, já está se recuperando, felizmente.
Fico feliz em poder vir aqui e ler as coisa maravilhosas que você recolhe e nos apresenta.
Que riqueza! E, ainda, temos estas indicações valorosas dos livros de onde você retirou os poemas e trechos.
Excelente.
Valeu!
Uma vez mais, obrigada!
Ótima semana a você.
Muita paz! Beijossssssssssss

Fatima disse...

Moacy,
todos ótimos, mas "O LIVRO DOS LIVROS
Segundo Testamento
1. O Livro de Maria Maria"
só a partir da próxima segunda-feira é muita ruindade sua. Rsrsrs.
Bjs.

Marisete Zanon disse...

Poema em dó menor hoje! Tem o lamento de alguém que deseja o que não pode ter, é sincero e dolorido...
um abraço pta ti guri!!!

Marisete Zanon
Ah! Dalí tbm pintou uma versão de Mona com seu bigode " tradicional".

Meg disse...

Meu caro Moacy,

Vou passando a horas escusas, quando o tempo mo permite, lendo o Balaio, por vezes como em fascículos, indo e voltando e sem comentar... seu Balaio continua a ser um maravilhoso mundo novo para mim.
Mas hoje, encontro, mais uma vez aqui, dois amigos comuns que muito me honram com a sua amizade.
O meu Poeta e a Nydia... que maravilha!

Um grande abraço para você
e
um cheiro

BAR DO BARDO disse...

seu moço moacy, a selecta está um primor...

Mario Quintana

Romério Rômulo

Nydia Bonetti

Líria Porto

Sheyla Azevedo


repito: um primor!

Mirse disse...

Oi Moacy!

Belíssimas as "Monalisas". Pareceu-me que a que está na posição inferior, uma película. Mas ambas extraordinárias!

Assim fica difícil....Só poetas maravilhosos!!!!

Romério, Aplausos, também prefiro os loucos.

NYdia Bonetti: Faz-se necessário o silêncio ao nascer da flor!
Belo demais!

Líria, adoro sua ousadia!
Belo poema!

Sheyla Azevedo: Bravíssimo!

Beijos, amigo!

Mirse

Nydia Bonetti disse...

Sempre um prazer estar no Balaio, Moacy. Pertinho assim do RR então, é uma honra... :)). Tudo muito bom por aqui. Obrigada. beijooo

nina rizzi disse...

eu prefiro os cavalos. e os loucos. e as putas. e os silêncios. serei portanto, e por isso, mais uma a esperar loucamente a cavalar saga do senhor? [silêncio...]

put(a)z! belíssima postagem :)

Jens disse...

Oi Moacy.
Hoje, silêncio. Estou observando a flor se abrindo no jardim.

Um abraço.

Diz disse...

Moacy, como sempre tudo bonito aqui.
Já que está lendo mini contos, veja aqui alguns:
http://lauravive.blogspot.com/search/label/Mini%20conto
tenho mtos, adoro fazer.
O difícil é revisar, ir atrás de editor...
Li seus livros preferidos uauuuuuuu
"crème de la crème" . Vc é porreta mesmo.
E quero que saiba que me sinto feliz qdo aparece, é uma honra tê-lo entre meus amigos.
Abração, Elianne

Diz disse...

Ah! voltei para comentar os peitos das monalisas ulalá :) que peitinhos, hein? parecem de silicone... :)

Leandro Lopes disse...

Moacy, qual se e-mail? Sou da Rede Minas de Televisão. leandrolopes@redeminas.mg.gov.br

anin disse...

Sou absolutamente fascinada por poemas como este Celebração. Cabe um mundo de interpretações nestas poucas palavras.
A página está perfeita. E bem femina.

nina rizzi disse...

ora... essa monalisa me lembrou o giulliano de médicis do boticceli, não?

Mme. S. disse...

legal demais. sem palavras! e, lendo assim, com um certo distanciamento, até que ele é bonitinho né? um cheiro, meu querido.