sábado, 20 de novembro de 2010


Dia da Consciência Negra
Fonte: Poeta na Gaveta (SP)

8 comentários:

Jens disse...

Pois é...
E pensar que desde 2007, a renda média per capita do negro cresceu 38% - o dobro da renda média do branco, que teve alta de 19% no mesmo período. Mesmo assim o nivel da qualidade de vida entre negros e brancos está longe de ser igualado (os brancos estão ganhando, of course). Em 10, 15 anos talvez comece a ter uma situação mais próxima de igualdade, mas falta muito ainda, estimam os economistas. O único perigo é que, até lá, sejamos exterminados, como querem alguns membros da elite paulistana...
Abraço, Moacy.

betina moraes disse...

um dia, quem sabe, índios, negros, pobres, nós todos seremos mais felizes...

abraços mestre.

Assis Freitas disse...

meu coração é a liberdade, na batida ijexá de Geronimo,


abraço

C.Pinho disse...

O velho Murixaba calou-se. Ao lado a gruta de pedra; no alto, o serrote das panelas, entre craibeiras, xiqui-xiques e macambiras. O sol escaldante como testemunha. Debaixo da lei. Do ventre livre, Murixaba, não mais menino, chorou!

Ada Lima disse...

Muito bom ver o balaio de volta!

Vais disse...

Saudações Moacy,
sabe, moço, temos que fazer com que este tempo de crianças sofrendo e chorando tenha fim.
esta imagem dá uma tristeza e ao mesmo tempo uma indignação/revolta
por tudo que é de ruim que acontece.

te inclui num som que coloquei lá na caxanga

beijo prati

Marcelo disse...

Cara, teu blog é legal. Mas a foto que vc pos para ilustrar o dia da consciência negra foi um tanto quanto infeliz...
Não dá pra ser uma consciência positiva, progressita, com uma foto que represente os avanços, a beleza, a altivez, as batalhas... Mas um pobre garoto chorando com catarro escorrendo pela boca é dose

doni seo disse...

obat kuat

pemutih badan

obat asam urat

obat pelangsing

obat hernia

obat diabetes

obat herbal

game pc

obat kuat semarang