segunda-feira, 30 de abril de 2007

ABC... BC! BC!
Projeto inaugural: 2006

Ribamar,
Toré e Biró;
Badidiu, Piromba e Tio Silvino;
Mota, Jorginho, Delgado, Cocó e Nogueira.

Jônatas,
Elói e Dorcelino;
Ubá, Mário e Potengi;
João Acioli, Jarbas, Deão, Rodolfo e Dácio Galvão.

Dosinho,
Tatá e Piaba;
Carlos Zens, Henfil e Pablo;
Marlon, Renato, Roberto, Tidão e Paulo Isidro.


Nota:
O ABC sagrou-se campeão potiguar, ontem, no Frasqueirão, ao vencer o América por 5 a 2.


BALAIO PORRETA 1986
nº 2007
Rio, 29 de abril de 2007


O DIARIM DE MARIA BUNITA - VI
(Divulgação: Menina Arretada do Seridó)

Meu diarim quirido

onte, pur essas banda, apareceu uma cigana arretada de boa. Leu minha sorte e qui meu capitão num saiba, ela disse qui vai aparicê dois homi na minha vida: um tar de Bralho e um tar de Alequici. Dois homi muito do danado. Eita bixiga, cum mais dois qui é o capitão, meu amô verdadêro e o diabo lôro, tô lascada pra dá conta de tanto macho. Será qui esse Alequici é o mermo do tar Beco da Lama? Sei não diarim, tô até cum medo de aparicê pros lados do Rio Grande. E se eu me apaxoná pur essa vida cum esses minino de lá? Ói qui num é todo homi qui assumi uma muié qui nem qui eu não, cheia de facêrice. Tem qui ser muito homi, muito macho, viu seu Alequici. Num sei se ocê dá conta do recado não... Meu capitão sim, aquele lá, é homi indo e vortando... aquele num fracatêa de jeito nenhum, e tem mais, viu, topa qualqué furdunço, infrenta qualqué intrupisso.


UMA HISTÓRIA DE FUTEBOL

O Benfica de Lisboa promoveu um concurso para escolher um ponta-direita para seu time. Vários candidatos se apresentaram numa acirrada disputa pela vaga e pelo contrato. Durante um mês foi um interminável desfile de pretendentes e no final ganhou um jovem de 19 anos e de bom futebol. Ganhou e sumiu. Procura daqui e dali, nada do ponta. Até que uma tarde ele reaparece, mas vestido de padre com coroinha e tudo.

-- Ué, mas você é padre? - estranharam.

-- Não, isto é, não era - respondeu o ponta. -- Acontece que eu tinha tanta vontade de ganhar que fiz uma promessa a Nossa Senhora: se fosse o vencedor entraria para um convento. E lá estou.

[ in Histórias de Sandro Moreyra. Rio, 1985, p. 66-67 ]

3 comentários:

Mulher na Janela disse...

afff...será que o Alequici vai dar conta dessa arretada?! sei não, viu...
Moacy, menino, um beijão pra tu!

gdec disse...

Que excelente cronista que V. é -pena que o meu português não me permita acrescentar "Sabe ?"-.
Como é a vida desse lado do riso sério ?

gdec

Alexandro Gurgel disse...

Amigo Moacy, Maria Bunita tá mais assanhada do que nunca. Até parece que o capitão Virgulino não tá dando mais no couro! Diga para essa danada que passei lá pelas bandas do Beco e, por acaso, encontrei com seu Alequici. Ele me disse que tá gostando muito das conversas lascivas de dona Maria e se a tal cigana começar a adivinhar muito, ele também dá conta dela. Só há um problema: seu Alequici tá de mala pronta para ir à Mossoró, ver mais uma vez a carreira que Lampião deu com medo dos bravos resistentes mossoroenses. E olhe que nesses 80 anos que o cangaceiro é açoitado em Mossoró, deve ter dado uma carreira tão grande que deve tá lá pelas bandas dos istates... Forte abraço e obrigado pela leitura do Grande Ponto.