quinta-feira, 24 de maio de 2007

A especialização -- técnica, científica, administrativa, militar, educacional, financeira, médica -- transformou-se na mistagogia prestigiosa da sociedade tecnocrática. Sua principal função, nas mãos das elites dominantes, consiste em mistificar o espírito popular através de ilusões de onipotência e onisciência -- de maneira muito semelhante àquela em que os faraós e os sacerdotes do antigo Egito utilizavam o monopólio do calendário para obter a docilidade temerosa de súditos ignorantes. A filosofia, como disse certa vez o obstinado Wittgenstein, constitui o esforço por evitar que sejamos mistificados pela linguagem. Entretanto, em grande parte sob a influência de lógica e técnicos, e com o suposto propósito de exorcizar nosso pensamento, produzimos o jargão cientificista que atualmente domina o linguajar oficial e as ciências sociais. ... O vocabulário e a metodologia dissimulam os pressupostos éticos fundamentais ou transcrevem-nos habilmente numa retórica despersonalizada que proporciona um verniz de necessidade militar ou política. (Theodore ROSZAK. A contracultura [1969]. Petrópolis: Vozes, 1972, p.148-49)


BALAIO PORRETA 1986
nº 2025
Rio, 24 de maio de 2007



FATALIDADE
de Márcia Maia
[ in Mudança de Ventos ]

Maré cheia, moça e lua, sós e nuas, noite alta, se afogaram


POEMAS
de Mariza Lourenço

COMESTÍVEL

entre os seios
coração-chantilly
e língua.

GATAS

I

a gata no cio saiu de casa pra miar no telhado vizinho.
(gata no cio tem telhado de vidro)

II

o pássaro afoito foi parar entre as patas (traseiras) da gata.
a gata ansiosa engoliu o pássaro afoito
: com pena e tudo.

PASSARINHADA

pássaro canta
eu perco a vergonha
pinto pia
eu fico em chamas

ÚMIDA

nua e linda
em tuas mãos
sou líquida


()()()()()()()

Depois de um poema comestível, de um outro para ser bebido, eis, agora, através do poema/processo, em homenagem aos seus 40 anos, um poema para ser lambido. Veja aqui.

4 comentários:

Marconi Leal disse...

A propósito da citação, Moa: palavra é poder. Abração.

astier basilio disse...

Moacy, mestre,
muito grato
pelo comentário
lá no clik.
Mesmo q não partilhemos
do mesmo entusiasmo.
Abração
e o seu balaio
continua tinindo
de bom

mariza disse...

Moacy querido,

grata pelo carinho e, também, por colocar-me lado a lado com minha gêmela querida, Márcia Maia.
andei sumida demais, acho que agora eu volto.

beijão.

mariza

Fugu disse...

Márcia e Mariza juntas ... presentão para os leitores!
beijo as duas e você