sábado, 29 de dezembro de 2007


Um filme, um cartaz:
Sombras de Goya
(Forman, 2006)


BALAIO PORRETA 1986
n° 2199
Rio, 29 de dezembro de 2007



Cinema
RECOMENDAMOS NAS SALAS DO RIO

Império dos sonhos (Lynch, 2006)
O engenho de Zé Lins (Vladimir Carvalho, 2007)
Jogo de cena (Eduardo Coutinho, 2007)
A culpa é do Fidel (Gavras, 2007)
Sombras de Goya (Forman, 2006)


O QUE EU GOSTARIA DE REVER
NOS CINEMAS E/OU CENTROS CULTURAIS
EM 2008

[] Filmes de Antonioni
[] Filmes de Straub & Huillet
[] Filmes de Glauber Rocha
[] Filmes do Grupo Dziga-Vertov (Godard & Gorin)
[] Filmes da Boca do Lixo, de São Paulo
[] Chanchadas da Atlântida, do Rio
[] A terra treme, de Visconti
[] Une partie de campagne, de Renoir
[] My darling Clementine, de Ford
[] A princesa Yang Kwei Fei, de Mizoguchi
[] A General, de Keaton & Bruckman
[] Era uma vez no Oeste, de Leone
[] Agonia e glória, de Fuller
[] As férias do Sr. Hulot, de Tati
[] A palavra, de Dreyer
[] A marca da maldade, de Welles
[] Entusiasmo, de Vertov
[] La hora de los hornos, de Solanas
[] Simão do Deserto, de Buñuel
[] Morangos silvestres, de Bergman
[] Vidas secas, de Nelson Pereira dos Santos
[] Diário de um pároco de aldeia, de Bresson
[] Madre Joana dos Anjos, de Kawalerowicz
[] 2001: uma odisséia no espaço, de Kubrick




A BIBLIOTECA DOS MEUS SONHOS

A humanidade e a Mãe-Terra; uma história narrativa do mundo [1976], de Arnold Toynbee. Trad. Helena Maria Martins Pereira & Alzira Soares da Rocha. Rio de Janeiro : Zahar, 1979, 774p. [Adquirido em sebo, no centro do Rio, com a seguinte dedicatória: "Para o Anderson Rayol dos Santos, colega de idos e saudosos tempos do Colégio Salesiano de Manaus, na data de seu septuagésimo ano de honrada e digna existência, este livro de um sábio, que desvenda aos olhos atormentados da humanidade, a predação da MÃE-TERRA pelo homem, seu único filho dotado de inteligência, em afetuoso abraço do Chico Fernandes da Costa. E salve 22.05.81!"] Embora Toynbee seja hoje um historiador desprestigiado, esta dedicatória, envolvendo nomes desconhecidos para mim, tem um valor simbólico em relação ao próprio texto: por que não relê-lo, agora, com olhos menos radicais? Franklin de Oliveira - outro nome injustamente esquecido - disse-o com acerto: "Erro não haverá em dizer-se ser este soberbo livro, que desdobra diante dos nossos olhos deslumbrados a história panorâmica do mundo como uma totalidade, o testamento espiritual de Toynbee". A grande pergunta é, pois, contrariando a opinião de muita gente: ainda vale a pena investir no testamento espiritual do autor de Helenismo, A sociedade do futuro e O desafio de nosso tempo?

8 comentários:

Jacinta disse...

Ei Moacy,
Gostei da comemoração de "80 anos" do poema/processo. Que vivamos bem, brincando com as palavras e brindemos 2047.
Quanto ao meu nome "Dantas" - meu avô paterno era da Paraíba, e meus bisa do Rio Grande do Norte.
É por aí.

ah! tive um probleminha na edição do blog e creio que vc deve ter visto uma página toda verde. Já estou acertando.

Francisco Sobreira disse...

Moacy,
Desses filmes recomendados por você, será que algum virá pra Natal? Talvez o documentário sobre Zé Lins. Ou o filme de Lynch, apesar de "difícil", como costumam ser os filmes dele. Agora, velho, provavelmente pensando em Bergman, você citou como sendo dele o "Marca da Maldade" de Welles. Um abraço.

Francisco Sobreira disse...

Retornando para acrescentar o artigo "a" ao título do filme de Welles.

Francisco Sobreira disse...

Retornando para acrescentar o artigo "a" ao título do filme de Welles.

lexdesouza disse...

Estaremos diante de um mero lapso, ou de um enigma moacycirneano? Agora me veio à mente que, talvez, a referência enviezada seja de O Ovo da Serpente. Façam suas apostas!

Um abraço de ano novo, professor!

Moacy Cirne disse...

Caros ALEX e SOBREIRA: Eu estava mesmo me referindo ao filme de Welles. Mas aproveitei a correção para acrescentar mais dois filmes. E, até a próxima postagem, pretendo acrescentar outros. Façam, então, suas apostas! Um grande abraço - na próxima semana estarei em Natal.

Cinecasulófilo disse...

Caro Moacy, em tempo, Madre Joana dos Anjos, de Kawalerowicz, saiu em DVD. VocÊ pode reve-lo nesse formato... abraço

Acantha disse...

Gente!!! Espero estar aqui para a comemoração!!!