segunda-feira, 14 de janeiro de 2008


Foto de
Bruno Souto
in
1000 Imagens


BALAIO PORRETA 1986
nº 2204
Rio, 14 de janeiro de 2008


POEMA
Wescley J. Gama (RN)]
[ in A Taberna ]

mulheres lavavam roupa
no olho d'água
cantando a brancura que renascia.


À LUTA, À LUTA
Moacy Cirne (RN/RJ, 1980)
[ Republicado in Balaio, n° 158, de 23/05/1989 ]

à luta, à luta,
companheiro,
que a hora é de lutar e sonhar,
de sonhar e lutar.

à luta, à luta,
doce amiga,
que a hora é de lutar e amar,
de amar e lutar.

à luta, à luta,
trabalhador,
que a hora é de lutar e avançar,
de avançar e lutar.

à luta, à luta,
caro poeta,
que a hora é de
que a hora é de
que a hora é de construir
e trans/formar.


A BIBLIOTECA DOS MEUS SONHOS

The great comic book heroes, compiled, introduced and annotated by Jules Feiffer. New York : Bonanza Books, 1965, 190p. [Adquirido em São Paulo, na Livraria Gibi, em 1971] As aventuras iniciais (na maioria das vezes) de alguns dos mais famosos heróis e super-heróis americanos, do período 1938-42, incluindo Super-Homem, Batman, Capitão Marvel, Tocha Humana, Flash, Lanterna Verde, Mulher Maravilha, Namor - o Príncipe Submarino, Capitão América, Homem de Borracha, The Spirit. Registre-se que Feiffer é um grande autor (cartunista e quadrinhista), cuja obra oscila entre o político e o existencial. Na verdade, o presente álbum é uma preciosidade - um dos favoritos da minha biblioteca.

8 comentários:

sandra camurça disse...

...e "enquanto isso, na sala de justiça..." eu sou a Mulher-Tocha...rs...adorei a postagem!
beijo beijo beijo

Carito disse...

Super Moacy: à luta, à luta!

Monica Mamede disse...

Moacy,

E que 2008 seja o ano em que nossas lutas ganhem reforços dos companheiros, das amigas/os e dos poetas! Adorei...

Volto sempre!

Beijo grande

Vitor Freire disse...

Aproximo minha estranheza, agradecendo o rastro deixado, um aceno.

Saravá!

Romário Gomes disse...

Poetas do mundo inteiro, uni-vos!

tiao disse...

Moacy, rapaz: depois das atribulações de final/início de ano, passo por aqui pra botar a caderneta em dia e aspirar o cheiro de chuva natal-seridoense que está sempre no ar dessas notas, registros e escritos. E, como sempre, encontrei: os apontamentos de sua passagem por são josé, o horizonte parelhense fotografato por hugo macedo, a divertida peleja de sobreira contra o dragão leone da imperfeição cinematográfia (ei, sobreira, desculpe aí, mas eu também não me canso de me ver outra vez no oeste)e por aí vai. Agora, sim, me considero pronto para começar as fazer as malas. É, meu amigo, em fevereiro/março, quem bota o pé no avião sou eu, devidamente embalaiado para mais um veranico potiguar.

Marco disse...

Ahhhh... Está aí uma verdadeira antiga ternura! Que beleza! Aliás, que lindeza de foto!
Carpe Diem.

Acantha disse...

É HORA!!!