segunda-feira, 31 de março de 2008



Sangria do Açude Gargalheiras, a partir de hoje.
Foto de Ismael Medeiros in


BALAIO PORRETA 1986
n° 2267
Natal, 31 de março de 2008


Depois de horas e horas
de reflexões políticas, culturais e antropológicas,
entre comes & bebes, bebes & comes,
o Grupo de Estudos Semanais do Grande Ponto
apresenta
a sua edição 2008 de dois temas que a todos interessam:

NATAL LEGAL

1. Fortaleza dos Reis Magos
2. Paisagem de Ponta Negra, incluindo o Morro do Careca
3. A obra de Luís da Câmara Cascudo
4. A Ladeira do Sol e a Praia do Meio
5. A velha Ponte de Igapó
6. Passeio no Rio Potengi, em noite de lua cheia
7. Caminhada no Parque das Dunas
8. Crepúsculo visto a partir da Pedra do Rosário
9. Feira do Alecrim
10. Tapioca com ginga, na Redinha
11. A política municipal para a cultura
12. O clássico ABC x América
13. Manhãs de sábado no Sebo Vermelho

NATAL MERDAL

1. Turismo sexual (em alguns casos, a R$ 1,99)
2. Poluição sonora e visual em toda a cidade
3. Excesso de colunismo social nos jornais
4. Americanalhação nos nomes de xópins e lojas comerciais
5. Programação musical das FMs
6. Carnatal
7. A política cultural do Estado para a cidade
8. O descaso da população em relação ao cinema de arte
9. A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol
10. A mistificação sobre Luís da Câmara Cascudo
11. A inoperância do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte
12. A incompetência da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras
13. A reforma no Teatro Alberto Maranhão


Extra! Extra!
[11:15h]
GRANDE FESTA EM ACARI

O açude Gargalheiras, em Acari, região seridoense, o mais belo reservatório d'água do Estado, começou a sangrar por volta de 11h de hoje: toda a cidade comemora o fato (que não acontecia desde 2004). Com o inverno verdesperançaleluia que chegou pra valer, vários açudes norte-rio-grandenses já estão sangrando, inclusive no Seridó. Em Caicó, não muito longe da cidade de Paulo Bezerra, Humberto Hermenegildo e Jeanne Araújo, há grande expectativa pela sangria do Itans. É o espetáculo das Águas Vivas! É o espetáculo da Esperança Azul! É o espetáculo da Vida Sertã!

5 comentários:

Mme. S. disse...

em homenagem à chuva do Balaio, vou até fazer um sambinha: "Deixa a água me levar, água leva eu..."
cheiro, S.

Anônimo disse...

NATAL LEGAL: A PRESENÇA E O OLHAR DE MOACY CIRNE!
Abração!

Anônimo disse...

Esqueci: NATAL MERDAL:

A pouca quantidade de livrarias!

Abração, de novo!

LÍVIO OLIVEIRA

benechaves disse...

Moacy: é bom lembrar que entre o 'natal merdal' poderia-se falar da imposta cultura americana (e americanalhação consequentemente) nos cinemas dos ditos shoppings e que trazem à tona sanduíches, refrigerantes e os insuportáveis sacos enormes de pipocas. Chegam ao cúmulo de venderem as ditas cujas(pipocas)em plena sala cinematográfica. Acho isso um absurdo e falta de respeito com o espectador que vai assistir ao filme e não fazer refeições. E para não falar nos celulares ligados durante uma projeção. Mas aí já é outra história...
Outra 'baixa' do cinema: morreu o Jules Dassin!

Um abraço...

Espartilho de Eme disse...

Moacy, nessas sangiras...de muita coisa, inclusive de poesia, o rio Seridó se encontra com o rio São Bento. O acúde Dourado transborda em Currais Novos. Agora, estamos cercados de verdes e girassóis. Beijos, Maria.