quarta-feira, 5 de março de 2008


Cidades potiguares:
Caraúbas.
Foto de Alexandro Gurgel
in
Grande Ponto


BALAIO PORRETA 1986
n° 2252
Rio, 5 de março de 2008



Informação
JORNAIS CENTENÁRIOS DO BRASIL

Diário de Pernambuco (Recife, PE), fundado em 1825
Jornal do Commercio (Rio, RJ), em 1827
Monitor Campista (Campos, RJ), em 1834
O Estado de S.Paulo (São Paulo, SP), em 1875
O Fluminense (Niterói, RJ), em 1878
Diário Popular (Pelotas, RS), em 1890
Jornal do Brasil (Rio, RJ), em 1891
A Tribuna (Santos, SP), em 1894
Correio do Povo (Porto Alegre, RS), em 1894
Jornal de Piracicaba (Piracicaba, SP), em 1904
Jornal do Commercio (Manaus, AM), em 1904
O Norte (João Pessoa, PB), fundado em 1908.

Fonte:
Supl. Especial da ed. n° 233 (jan/2008) da revista ABIGRAF.


LEITURAS PARA AS PRÓXIMAS HORAS

O berro impresso das manchetes, de Nelson Rodrigues. Rio de Janeiro : Agir, 2007, 540p. [] As crônicas completas da Manchete Esportiva (1955-59), escritas pelo santo protetor do Fluminense, e que admirava todos os grandes clubes cariocas, com suas torcidas inflamadas e delirantes. Vale a pena ler ou reler algumas de suas mais memoráveis crônicas: Freud no futebol, A divina goleada (Flamengo 4x1 América, em 11/4/1956), A tara do gol, Goleada tricolor (Fluminense 5x0 Bangu, em 15/9/1956), A goleada da raiva (Flamengo 12x2 São Cristóvão, em 3/11/1956), Os apavorados do futebol, O furioso Botafogo, Torcida alvinegra, A camisa rubro-negra, Vasco da Gama. E assim por diante. E por diante, assim.

Arquivinho Nelson Rodrigues, por Cláudio Mello e Souza (org.). Rio de Janeiro : Bem-Te-Vi, 2008 /folhas soltas e dvd/ [] Apesar do preço salgado - 205 reais -, o material é valioso. Não se trata de um livro propriamente dito, mas de uma pasta de luxo, muito bem acabada, com ótimo texto do botafoguense Armando Nogueira sobre o Mago Tricolor, fac-símile do cartaz da peça Toda nudez será castigada, fac-símile do programa e original da peça Beijo no asfalto, duas cartas inéditas para o amigo Otto Lara Resende, a entrevista (áudio) no Museu da Imagem e do Som em 1967, a entrevista (vídeo) feita por Lara Resende em 1977, uma visão crítica de sua obra por Sábato Magaldi. E por diante, assim. E assim, por diante.


MEMÓRIA TRICOLOR
Moacy Cirne
[ in Cinema Pax, 1983 ]

nos idos de 54
um suicídio abalava o país
e a criança que eu era
só tinha olhos para
os filmes de carlitos
os gibis do fantasma
e o fluminense de
castilho
píndaro
e pinheiro

nos idos de 54
um suicídio abalava o país

8 comentários:

Alexandro Gurgel disse...

Amigo Moacy, fiqueri muito feliz em ver Caraúbas estampando o Balaio. Se precisar de alguma foto das cidades potiguares, me avise. Forte abraço.

lexdesouza disse...

Oxe, professor, cadê o Mossoroense?!

sandra camurça disse...

Gosto muito quando publica seus poemas, Moacy. E essa Memória Tricolor tá dez!
Beijos.

Moacy Cirne disse...

Caro Alex: a ABIGRAF ignorou o Mossoroense, simplesmente. Já é um jornal centenário? Abraços.

Anônimo disse...

o trem tá bão aqui heim!

nelson rodrigues é tudo. seu poema bacana e bem feito, tudo bão sô!

abração. muita luz e saúde.

Cássio Amaral.

Jens disse...

Salve, Moacy!
Coxudo o Arquivinho do Nélson. O preço é proibitivo, por enquanto (dias melhores virão).
Gostoso voltar, através do poema, a um tempo em que as prioridades eram tão mais simples e prazeirosas e não se deixavam abalar pelas tragédias do mundo adulto.
Um abraço.

Marco disse...

Ah, o Nelson...Que boa lembrança!
Em 1954, não se esqueça que foi o ano do BI do Flamengo, caro mestre Moacy.
Um abraço. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Carito disse...

Os gibis do Fantasma... Ah! Um mundo de aventura que me seqüestrava para o coração da floresta batendo o tambor da imaginação!!! Adorei a lembrança, mestre!