quinta-feira, 12 de junho de 2008


Redinha, nas beiradas da noite, em Natal

Foto de
Pedro Morgan


BALAIO PORRETA 1986
nº 2338
Rio, 12 de junho de 2008

É melhor pescar a sabedoria do que as pérolas.
(Jó 28, 18)


UM POEMA, O ORIGINAL E UMA TRADUÇÃO

ÉPIGRAMME
La Fontaine

Aimons, foutons, ce sont plaisirs
Qu'il ne faut pas que l'on sépare;
La jouissance et les désirs
Sont ce que l'âme a de plus rare.
D'un vit, d'un con, et de deux coeurs,
Naît un accord plein de douceurs,
Que les dévots blâment sans cause.
Amarillis, pensez-y bien:
Aimer sas foutre est peu de chose
Foutre sans aimer ce n'est rien.

EPIGRAMA
Trad.
José Paulo Paes

Amar, foder: uma união
De prazeres que não separo.
A volúpia e os desejos são
O que a alma possui de mais raro.
Caralho, cona e corações
Juntam-se em doces efusões
Que os crentes censuram, os loucos.
Reflete nisto, oh minha amada.
Amar sem foder é bem pouco,
Foder sem amar não é nada.

[ in Poesia erótica em tradução.
São Paulo : Companhia das Letras, 1990, p. 98-99 ]


PARABÉNS AO SPORT

O Sport Club de Recife está de parabéns
pela conquista, ontem, da Copa do Brasil 2008.

8 comentários:

sandra camurça disse...

Moacy, parabéns para o Sport sim, afinal, tava faltando um time do Nordeste levar a Copa do Brasil, queria que fosse o meu santinha mas se não deu, paciência...

Ah, gostei demais do poema.
"amar sem foder é bem pouco,
foder sem amar não é nada"
Perfeito!

Beijos.

Paraíso Perdido disse...

Esse Balaio é porreta mesmo! Parabéns pelo belíssimo blog, Moacy! Excelente! Lembrei com saudade de você, acho que o último contato que tivemos foi no Presente de Natal 2oo5 quando vc carinhosamente veio nos parabenizar... Um beijo e aguardo a sua ilustre visita no meu paraíso Perdido.

Cláudia Magalhães disse...

Aguardo a sua visita... Um beijo...

Anônimo disse...

E bota parabéns nisso!

paulo gilberto morais dos santos disse...

E bota parabéns nisso!

ada disse...

"amar sem foder é bem pouco,
foder sem amar não é nada"
Perfeito!!!

Torci MUITO para o Sport ontem.

Jens disse...

Oi Moacy.
Voltei, mais uma vez. Quanto ao poema, impossível não ser repetitivo:
"amar sem foder é bem pouco,
foder sem amar não é nada"
É isto aí.
***
Quanto ao Sport: Carlinhos Bala é o cara!
Um abraço.

Marco disse...

Poema singelo, caro mestre Moacy,
E sim, parabéns ao sport. É sempre um prazer ver um pavilhão rubro-negro vencendo...
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.