terça-feira, 2 de setembro de 2008


O Seridoísmo
de
CRUZETA
(entre Acari e São José do Seridó,
a caminho de Caicó)
Moacy Cirne

Cf. Poema/Processo

Versão/interferência
a partir de uma foto
de
Sérgio Dantas


BALAIO PORRETA 1986
n° 2417
Natal, 2 de setembro de 2008


Gosto da feitura, gosto do "dedo estético". Não gosto é de rotina, de bestesselerismo, de populismo cultivado. Contudo, a hora brasileira é marcadamente social e eu entendo que se a revolução estética é permanente e antecipadora, a reformulação social às vezes se atrasa, como no caso do Nordeste.
(Homero HOMEM, in O País do Não Chove, 1962)


NOITE, SOU O TEU ANJO
Walflan de Queiroz
[ in Panorama da Poesia Norte-Rio-Grandense, 1965 ]

Noite, não sei se serei sempre
O teu anjo.
Noite, não sei se serei sempre
A tua estrela.
Mas, ó Noite, sou o teu anjo
E olho com tristeza o mar,
Enquanto em meu sonho
Ouço cantar, em silêncio,
Um pássaro de fogo.


AFRICAPOP
Carito
[ in Os Poetas Elétricos ]

Abro a boca cheia de Áfricas
E o mundo vira uma bola de chiclete de sonhos
Na minha goma de Madagascar!

10 comentários:

Lívio Oliveira disse...

O Seridó psicodélico! Bom demais, Moacy!

Anne Durey disse...

Moacy, passando pra retribuir a visita e descobrindo o mundo d teu blogue. adorável, gostei muito! parabéns, volto sempre. tô colocando um link no meu pro teu ok? =D
até breve!
abraços

Jeanne Araujo disse...

Tem carta poética para um sertanejo arretado de bom. bjos

loba disse...

Que bom reencontrar Carito aqui! Sou absolutamente fã deste moço!!!
Beijo

Ada disse...

Eu realmente ADORO as invenções de Carito. E do poema de Walflan, não há o que falar... Lindo, lindo.

Mme. S. disse...

Moacy, vou pegar carona no que os demais disseram até agora e só assinar embaixo. Esse post está absolutamente demais, incluindo sua fotografia, linda, linda! Pura poesia. Um cheiro, S.

Carito disse...

Obrigado Moacy, você é muito generoso. Assim como Ada, Sheyla, Loba... Vocês também são generosas demais... E transcriando Lívio, leve e solto: o Seridó popsicodélico! Bom demais mesmo! Moacy in the Sky with Diamonds...

Delia disse...

Oh seridó véi doido.

Beti Timm disse...

Mestre,
não conhecia, o trabalho de Carito, delicioso e forte qdo diz: "Abro a boca cheia de Africas" Bonito,subjetivo. Por isso é bom estar nas suas pegadas! Beijos, Mestre

Dilberto disse...

Gostei muito do maneirismo pop sobre as fotos de Seridó, meu caro Moacy, mais ainda do ecletismo dos poemas aqui reunidos... Menção mais que honrosa a Tarsila, em post abixo, de cuja obra sou admirador! Abraço!