quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009


Litoral potiguar:
Um paraíso chamado
Galinhos


BALAIO PORRETA 1986
n° 2574
Natal, 19 de fevereiro de 2009

Houve um tempo em que os animais falavam.
Alguns aindam coninuam.
(Max NUNES, in Uma pulga na camisola)


SOBRE O BIG BROTHER
José Sérgio Rocha
[ in Quem é Vivo Sempre Aparece ]

Sempre fomos tão idiotas, babacas, ridículos? Tem infeliz que compra o pacote e passa madrugadas se masturbando. Outros fazem pior: a família inteira pluga os neurônios na TV durante o fim de semana, acompanhando a bosta do programa, vivendo a vida dos insetos humanos envidraçados, querendo ser um deles, ouvindo as idiotices e silêncios estúpidos de criaturas patéticas enjauladas, vendo os zumbis de academia dançando com copo na mão ou negociando os corpos debaixo dos edredons. O zoológico é revelador da queda assombrosa da qualidade do material humano do planeta. Pedro Bial, fraude camaleônica, fatura zilhões por sua contribuição à miséria humana, à mendicância intelectual. Chacrinha, que também era um chato, não fez tanto estrago assim. Foi até exaltado pelos teóricos da cultura de massa. O intelectual global deve sonhar com algum tipo de reconhecimento da posteridade e provavelmente está certo porque os 150 anos do darwinismo são lembrados por uma espécie claramente em involução. Quem quer banana aí? Quem quer banana aí?


CULPADA
Liria Porto
[ in Tanto Mar ]

minha nuvem predileta
troveja e chove canivete

raios me partam


CARTA PARA ELIZABETH BISHOP
Iracema Macedo - RN
[ in Invenção de Eurídice, 2004 ]

Há fantasmas, sim, cercando a casa
e bichos mortos e cães furiosos
Mas há também bons espíritos
aterrando o medo
e o desejo louco de viver feliz
numa cidade noturna acesa contra tudo

10 comentários:

líria porto disse...

gracias, moacy! adoro ser vista na tua vitrine!
besos

Paulo de Carvalho disse...

Muito boa esta edição.

O texto do José Sérgio Rocha, excelente!

O mesmo para os poemas de Líria Porto e Iracema Macedo.

Grande abraço,

Mme. S. disse...

Concordo em tudo com o que o Paulo de Carvalho disse.

Mirse disse...

Aplausos! Pensei que eu estivesse pirando por me recusar a ver "Os Enjaulados" ou BB. Deveria ter como não permitir esse programa. Aliás, é só desligar a Tv ou mudar de canal. Mas o pior é só ouvir falar sobre isso, e eu que me recuso, não posso participar de conversa alguma com ninguém, pois o assunto é desviado para o tal do Big Brother. Será que era essa a intenção do autor de "O GRANDE IRMÃO"?
A escolha dos poemas como sempre riquíssima! E O humor....deve ter ficado na Globo

Grande abraço, Moacy

Mirse

Adrianna Coelho disse...


ótimo, ótimo, ótimo!

texto e poemas excelentes!

da iracema, destaco:

"Mas há também bons espíritos
aterrando o medo
e o desejo louco de viver feliz
numa cidade noturna acesa contra tudo"


demais, moa!

beijos

Maria Muadiê disse...

Gostei dos poemas.
Líria, já bonita no nome,
quero chover canivetes sem me sentir culpada.

aloha san disse...

Professor Moacy, quanto orgulho de tê-lo no meu blog!!!
Estou escrevendo uma tese sobre o fetiche pelas colegiais no imaginário sexual masculino e fiquei leitora do Carlos Zéfiro e de Cirne também (é que o foco maior está sendo dado aos Quadrinhos eróticos) !!!
Estou "pré" marcada para morrer, ops, me defender (risos) no dia 30 de março.
Ainda aguardo notícias do meu orientador sobre a composição da banca. Caso ele não decida todos os integrantes, o senhor poderia aceitar esta empreitada?
O texto ainda não saiu do forno, está sendo um parto difícil! Fórceps nele, porque o prazo de entrega é dia 10.. risos
Sou das bandas de São Gonçalo, RJ e pertenço a Pós-Graduação em Psicologia Social da UERJ.
Grande e carinhoso abraço,
Sandra Mara

Marcelo F. Carvalho disse...

BBB é, realmente,...
Em Galinhos, lugar que arromba a retina, ninguém deve enfartar. Aliás, ninguém morre morando no paraíso.

Lou disse...

Prezado Moacy,

Gostei bastante desta edição! O texto me lembrou um questionamento que fiz no ensaio denominado "Além das Bananas": o que seria uma sociedade sem a existência dos conflitos? Conflitos estes que dão aos parentes dos símios[...] algo além das bananas!?

Excelentes poemas! A Líria eu já acompanhava. É afiadíssima!!

Abraços,
Lou

Cosmunicando disse...

sou fã de carteirinha da Líria!
o texto do José Sérgio vai de encontro ao que penso também.
beijos