segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Guernica
(1937)
PABLO PICASSO


BALAIO PORRETA 1986
n° 2755
Rio, 17 de agosto de 2009

Depois de se compreender que a intenção primeira da Bíblia não é literária, é curioso vê-la tão cheia de figuras de linguagem em suas formas convencionais ou retóricas. Esse estranhamento se abranda se compreendermos também que uma grande parte dela é contemporânea da fase metáforica da linguagem, onde muitos aspectos do significado verbal só se veiculam através de meios poéticos e metafóricos.
(Northrop FRYE. O Código dos Códigos -
a Bíblia e a literatura
, 1982)


O LIVRO DOS LIVROS
(ST, 14)

E o Senhor das Alturas despertou

E o Senhor das Alturas despertou de sua longa sonolência, deitado eternamente em berço esplêndido(¹) na Serra de Mulungu, em São João do Sabugi. E o Senhor das Alturas, 2.000 anos depois de seu último porre homérico, quando então adormeceu, ficou profundamente indignado com o que viu e sentiu.

E o Senhor das Alturas disse para seus principais assessores celestiais:

"O que fizeram com a minha querida Queicuó(²)? Vejo que pecadores ímpios derrubaram o belo sobrado que, na Praça da Liberdade, um dia abrigou a redação d'O Povo, brava e histórica folha republicana. Vejo que pecadores insensíveis derrubaram o Mercado Público da cidade. Vejo que pecadores malditos transformaram a Praça Dr. José Augusto num monte de lixo. Vejo que pecadores embrutecidos enlamearam as águas sagradas do Poço de Santana. Vejo que o santuário do Cinema Pax já não mais existe".

E disse mais: "Vejo que a bela Currais Novos já não é mais a mesma. O que fizeram com a memória de seu principal santo, o herói José Bezerra Gomes? Cadê Miguel Cirilo? Cadê Luís Carlos Guimarães(³)? O que fizeram com os jardins primitivos de Conceição dos Azevedos(ª¹)? Cadê as missões religiosas que percorriam toda a pátria seridoense? Por que se tornaram adoradores de máquinas que transformam seres inteligentes em seres idiotas(ª²)? Por que abandonaram o Lunário Perpétuo(ªª¹)?"

E o Senhor das Alturas bufou de raiva.

E o Senhor das Alturas ficou puto da vida.

E o Senhor das Alturas amaldiçoou os ímpios.

E o Senhor das Alturas chorou mais do que nunca.

E o Senhor das Alturas convocou o Senhor das Sombras.

E o Senhor das Alturas transformou-se em ferro, fogo e fúria.

E o Senhor das Alturas esqueceu-se que Nossa Senhora de Sant'Ana, avó do Senhor da Cruz, era a padroeira do Seridó.

E o Senhor das Alturas disse, por fim: "Ava Gardner, Ava Gardner,
por que não nascestes em Caicó?"


Capítulo final:
O Apocalipse

Notas:

(¹) "Deitado eternamente em berço esplêndido": metáfora ligeiramente familiar, de origem aramaico-tupiniquim, segundo alguns teólogos de Catolé do Rocha e Campina Grande, na Paraíba.
(²) Atual Caicó.
(³) José Bezerra Gomes, Miguel Cirilo e Luís Carlos Guimarães: seriam os consagrados poetas seridoenses do séc, XX da Era Comum? As teólogas Inês Motta e Eliene Dantas, respectivamente de Caicó e São José do Seridó, acreditam que sim.
(ª¹) Conceição dos Azevedos: Jardim do Seridó.
(ª²) Possível referência à cultuada televisão dos nossos dias.
(ªª¹) Lunário Perpétuo: Popular "almanaque" muito lido pelos poetas e cantadores nordestinos no séc. XIX da Era Comum.

13 comentários:

Mirse disse...

Bom dia, Moacy!

Como dorme esse Senhor das alturas!!!!!!!

"Deitado eternamente em berço espêndido; Origem aramaico-tupiniquim"

Tem coisa melhor que isso?

Só você Moa!

Beijos

Mirse

Mme. S. disse...

A Mirse tem razão... Você é você.

BAR DO BARDO disse...

Um Senhor que bufa e que dança, eis o Senhor!

João Quintino disse...

Que a Serra do Mulungu é um berço esplêndido, ah, isso é! Êta, que Senhor das Alturas humano, heim, Moacy?!

romério rômulo disse...

moacy:
na verdade há uma linha de pensadores que entende ter a ava
gardner nascido em caicó, com um transporte rápido para os eua, no
interesse da indústris cinematográfica daquele país.
a bibliografia é vasta neste sentido.
merece registro.
romério

Lívio Oliveira disse...

Arte! O essencial é a arte! Picasso mostra bem isso.
Abraço.

Dora disse...

Ainda bem que o Senhor das Alturas não ordenou um dilúvio para inundar esse local de ímpios, servidores da "máquina"( do progresso)...rs
Ava Gardner poderia ter nascido na cidade dos cinéfilos, mesmo.
Ganhei a cópia do quadro de Guernica. Coloquei na parede, mas, não gosto. Vou guardá-lo. Não quero ficar me lembrando da destruição entre homens.
Abração!
Dora

Theo G. Alves disse...

cadê a memória de zé bezerra? taí algo que a gomorra currais-novense não sabe mesmo responder.

abraço!

Eliene Dantas disse...

Olá Moacy,obrigada pela lembrança. Fico feliz com suas visitas ao meu blog. bj carinhoso moço.

Luar disse...

Olá!

Não tem que agradecer! Eu é quem o tenho que fazer, por ter a oportunidade de acompanhar o seu!
[off - na verdade, já o fazia, meio sorrateira, como boa mineira que sou... rsss...]

Abraços!

Fatima disse...

Fiquei esperando a destruição e nada!
Bjs.

Mirse disse...

Voltei para destacar a belíssima
Guernica de Pablo Picasso!
Nesse em especial o show de cubismo!

Beijos

Mirse

Jens disse...

Arrá, a hora da vingança, enfim!