domingo, 28 de fevereiro de 2010

Clique na imagem
para verouvir o trêiler de
Glória Feita de Sangue
(Stanley Kubrick, 1957)
Baseado em fato real ocorrido entre tropas francesas na primeira Guerra Mundial, trata-se de um dos mais inquestionáveis filmes antibélicos já produzidos, com um Kirk Douglas admirável e a direção - já bastante expressiva - do genial Stanley Kubrick: porrada pura. Em última instância, um soco no estômago do espectador. A crítica ao militarismo, aqui, é forte e desnorteante. Uma crítica anônima de 2003, publicada no Estadão, assinalava com propriedade: "O filme de Kubrick é ambientado na 1.ª Guerra Mundial quando um oficial, interpretado por Kirk Douglas, assume a defesa dos soldados que são injustamente acusados de covardia. Na verdade, eles serão condenados à morte para encobrir os erros do próprio alto comando. O filme é poderoso justamente por mostrar a barbárie de um conflito, cujas dimensões não são apenas vistas no campo de batalha, mas também (e principalmente) nas salas de reunião em que o destino dos homens é traçado sumariamente".


BALAIO PORRETA 1986
n° 2946
Natal, 28 de fevereiro de 2010



JACUMÃ
Chico Noronha
[ in Jornal de Poesia ]

antes que o orvalho lave o teu rosto
colherei
flores do campo
e com elas prenderei
a rebeldia
de teus cabelos


PILEQUE
Líria Porto
[ in Tanto Mar ]

fiquei bêbada de ti
do vinho da vida
e as pernas
bandidas
nem pareciam minhas


FUMAÇA
Dade Amorim
[ in Inscrições ]

quando o medo abre a janela
e se esconde em meu armário
pego a bolsa
fecho a porta
saio para fazer as unhas

sozinho em casa
o medo vira fumaça


LIMITE
José Bezerra Gomes
[ in Antologia poética, 1977 ]

Marido e mulher


Cinema
OS FILMES FUNDAMENTAIS DOS ANOS 50
Continuação
2a


Sunset Boulevard / Crepúsculo dos deuses (Wilder, 1950)
Rashomon (Kurosawa, 1950)
In a lonely place / No silêncio da noite (Ray, 1950)
Los olvidados (Buñuel, 1950)
Othello (Welles, 1952)
Cantando na chuva (Donen & Kelly, 1952)
Viver (Kurosawa, 1952)
High noon / Matar ou morrer (Zinnemann, 1952)
The quiet man / Depois do vendaval (Ford, 1952)
Umberto D (De Sica, 1952)
The bandwagon / A roda da fortuna (Minnelli, 1953)
Era uma vez em Tóquio (Ozu, 1953)
Noites de circo (Bergman, 1953)
Os boas vidas (Fellini, 1953)
Velhas lendas tchecas (Trnka, 1953), animação
Janela indiscreta (Hitchcock, 1954)
Os sete samurais (Kurosawa, 1954)
Amantes crucificados (Mizoguchi, 1954)
Senso / Sedução da carne (Visconti, 1954)
Romance na Itália (Rossellini, 1954)
O intendente Sansho (Mizoguchi, 1954)
East of Eden / Vidas amargas (Kazan, 1955)
Tudo o que o céu permite (Sirk, 1955)
Nuit et brouillard (Resnais, 1955), curta
Glória feita de sangue (Kubrick, 1957)
Um rosto na noite (Visconti, 1957)
O incrível homem que encolheu (Arnold, 1957)
Cinzas e diamantes (Wajda, 1958)
O salão de música ([S] Ray, 1958)
Vertigo / Um corpo que cai (Hitchcock, 1958)
Meu Tio (Tati, 1958)
Quanto mais quente melhor (Wilder, 1959)

Continua no próximo domingo: Grupo 2b
Os 16 melhores, segundo a nossa leitura,
foram divulgados no domingo passado, dia 21

17 comentários:

Pedrita disse...

glória feito de sangue é incrível e muito atual. amo vertigo. beijos, pedrita

Bené Chaves disse...

Apenas como ilustração: 'Glória feita de sangue' foi exibido aqui em Natal em novembro de 1959, no cine Nordeste. Eu o assisti, precisamente, no dia 15. É um grande filme, sem dúvida.

Um abraço...

líria porto disse...

oi, moacy - domingo no balaio? que ótimo!

besos e obrigada!

Carito disse...

Bom dia, Moacy! Bom domingo! Bom Balaio! Ótimo tudo!

Assis Freitas disse...

Balaio de domingo precioso na poesia e nos filmes. Rashomon e Los Olvidados me são caros. Abraço.

P.s. Mestre postei lá no mileumpoemas uns versos instigados pela sua curiosidade sobre a minha Feira de Santana e sua antiga denominação. Depois passe por lá e vê se vc aprova.

Mariana Botelho disse...

café da manhã no balaio.

bom dia, moa.

Francisco Sobreira disse...

Meu caro,
Kubrick já havia despertado a atenção da crítica em O Grande Golpe. Com Glória Feita de Sangue ele mostrou que poderia alçar voos mais altos, que o tornariam um dos grandes do cinema. Entre grandes momentos do filme, está o final. Sobre a sua lista: muito boa (não conheço uns 4 ou 5), só que eu colocaria alguns filmes na primeira lista, como Cantando na Chuva, por exemplo. Mas é uma questão de gosto pessoal. Um abraço.

Carito disse...

Ah! E nesse domingo pé de cachimbo, destaco Fumaça. Ou é a Fumaça que se destaca, que já subiu pra minha cabeça. Belo poema!

E hoje vou conhecer um amigo seu: Umberto D está aqui em casa.

Abraços e bom domingo mais uma vez!

BAR DO BARDO disse...

Sempre em festa aqui...

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Glória Feita de Sangue, ao lado de O Grande Golpe e A Morte Passou por Perto, é o melhor de Kubrick em início (?) de carreira. Também a lista contém ótimas obras dos anos 1950. Os poemas, então, supimpas. Destaco o da Líria. Certeiro. Ótimo domingo nesse Laranjeiras cheiroso.

Sergio Andrade disse...

Sempre me emociono até as lágrimas com aquele final, a alemã (esposa de Kubrick na vida real) cantando para os soldados. Aliás, o filme ficou proibido na França durante anos (na França, hein, veja só!).

Um abraço!

Marcelo Novaes disse...

Moa,


Belo Balaio. Hoje, destaco o "medo dessubstancializado" de Dade Amorim.







Abração.

Mme. S. disse...

Amigo, faz uma listinha de filmes nacionais para eu ver como estão minhas atualizações...
beijos, S.

dade amorim disse...

Moacy, em que ótimas companhias você me enturmou aqui no Balaio! Obrigada ao triplo.

Beijos

Rui Luís Lima disse...

Caro Moacy Cirne
Em Portugal este filme de Stanley Kubrick, tev o título de "Caminhos de Gloria" e na época da sua esreia teve imensos problemas com a censura, depois quando ela terminou percebeu-se bem as razões: o seu discurso anti-belicista incomadava demasiado os governantes. Revisto tantos anos depois o seu discurso continua a incomodar, porque a guerra não oferece soluções´, só transmite injustiça e morte.
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Anônimo disse...

In biology, sex is [URL=http://sex.pourle.net/free+sex+video+virgin+hardcore.html]free sex video virgin hardcore[/url]
a process of combining and mixing [URL=http://sex.pourle.net/black+sex+finder.html]black sex finder[/url]
genetic traits, often resulting [URL=http://sex.pourle.net/late+pregnant+sex.html]late pregnant sex[/url]
in the specialization of organisms into [URL=http://sex.pourle.net/men+having+sex+with+men.html]men having sex with men[/url]
a male or female variety (known as a sex). Sexual reproduction involves combining specialized cells (gametes) to form offspring [URL=http://sex.pourle.net/hairy+pregnant+sex+acts.html]hairy pregnant sex acts[/url]
that [URL=http://sex.pourle.net/asian+phone+sex.html]asian phone sex[/url]
inherit traits from both parents. Gametes can be identical in form and function (known as isogametes), but in many cases an asymmetry has evolved [URL=http://sex.pourle.net/married+women+having+sex+with+animals.html]married women having sex with animals[/url]
such that two sex-specific types of gametes (heterogametes) exist: male [URL=http://sex.pourle.net/free+teen+anal+sex+videos.html]free teen anal sex videos[/url]
gametes are small, [URL=http://sex.pourle.net/young+girls+having+sex+with+older+men.html]young girls having sex with older men[/url]
motile, and optimized to transport their genetic information over a distance, while female gametes are large, non-motile and contain [URL=http://sex.pourle.net/blonde+milf+sex.html]blonde milf sex[/url]
the nutrients necessary for the early development of the young organism.
An organism's sex is [URL=http://sex.pourle.net/live+community+sex+cams.html]live community sex cams[/url]
defined by the gametes it produces: males produce male [URL=http://sex.pourle.net/sex+in+beach.html]sex in beach[/url]
gametes (spermatozoa, or sperm) while females produce female gametes (ova, or egg cells); individual organisms which produce both male and female [URL=http://sex.pourle.net/best+sex+tubes.html]best sex tubes[/url]
gametes are termed hermaphroditic. Frequently, physical differences are associated with the different sexes of an organism; these sexual dimorphisms can reflect the different reproductive pressures the sexes experience.
[URL=http://sex.pourle.net/old+women+having+sex.html]old women having sex[/url]

Anônimo disse...

Everybody[url=http://sex.jelev.eu/fat+animal+porno.html]fat animal porno[/url] heard rumours [url=http://sex.jelev.eu/black+female+porno+stars.html]black female porno stars[/url] about women[url=http://sex.jelev.eu/free+gay+porno+video.html]free gay porno video[/url] faking orgasms. Is that true? The majority of women have [url=http://sex.jelev.eu/free+full+length+porno+movies.html]free full length porno movies[/url] faked at least one orgasm, yet some fake almost all of them. Why do they do that? There[url=http://sex.jelev.eu/free+homemade+ameature+porno.html]free homemade ameature porno[/url] are many reasons and the case is that there's [url=http://sex.jelev.eu/videos+porno+xxx+gratis.html]videos porno xxx gratis[/url] no one to blame.
The most [url=http://sex.jelev.eu/butch+lesbian+porno.html]butch lesbian porno[/url] common are two [url=http://sex.jelev.eu/butch+lesbian+porno.html]butch lesbian porno[/url] reasons: they[url=http://sex.jelev.eu/free+video+porno+hardcore.html]free video porno hardcore[/url] don't want to make their partners feel bad [url=http://sex.jelev.eu/free+amateur+extreme+porno.html]free amateur extreme porno[/url] or they are tired and just want to end sex. Most females say that their partners ar[url=http://sex.jelev.eu/free+amateur+extreme+porno.html]free amateur extreme porno[/url] e not satisfied until the[url=http://sex.jelev.eu/sex+clips+galilea+montijo+porno.html]sex clips galilea montijo porno[/url] girls feels orgasm, there's only one way to make them feel happy and stop the[url=http://sex.jelev.eu/free+retro+porno+movies.html]free retro porno movies[/url] exhausting procedure - fake.
Another [url=http://sex.jelev.eu/horse+porno+pictures.html]horse porno pictures[/url] reason is that a[url=http://sex.jelev.eu/black+and+white+lesbain+porno.html]black and white lesbain porno[/url] typical female [url=http://sex.jelev.eu/free+porno+video+tube.html]free porno video tube[/url] doesn't seek for orgasm; she desires a sexual [url=http://sex.jelev.eu/free+porno+stories.html]free porno stories[/url] relationship only because she wants intimacy. Still, such an attitude may make her partner feel bad. [url=http://sex.jelev.eu/you+tube+videos+porno.html]you tube videos porno[/url] The only way out is to [url=http://sex.jelev.eu/sex+hardcore+porno.html]sex hardcore porno[/url] fake it out.
[url=http://sex.jelev.eu/daily+gay+porno.html]daily gay porno[/url] Some women never really experience orgasm while making sex, but they want their partner to feel good about himself and her. Men usually expect women to have pleasure, that's why females have no other choice. They have to fake to have a good relationship.
Loss of interest, having sex only because the partner wants to, also makes women to fake. Most females talk to their friends about such things and while they know other women act it, they do so too, because it's an easier way to have a good relationship.