segunda-feira, 1 de março de 2010

Foto do início do século passado
de autoria indeterminada


BALAIO PORRETA 1986
n° 2947
Natal, 1 de março de 2010


GRANDES FIGURAS NATALENSES
( 2 / 6 )

Eloy de Souza
(1873-1959. Jornalista, nasceu em Recife, PE)
Djalma Marinho
(1908-1981. Político, nasceu em Nova Cruz)
Zé Areia
(1900-1972. Barbeiro, nasceu em Natal)
Luiz Maranhão
(1921-1974. Professor, nasceu em Natal)
Othoniel Meneses
(1895-1969. Poeta, nasceu em Natal)
Zila Mamede
(1928-1985. Poeta, nasceu em Nova Palmeira, PB)


Humor natalense
SÁTIRAS & EPIGRAMAS DE ZÉ AREIA (1901-1972)
[ por Veríssimo de Melo, 1972 ]

Resposta maliciosa

Um gaiato passou ao lado de Zé Areia [barbeiro e biscateiro, uma das figuras mais populares da Natal dos anos 40-60], zombando de sua gordura e indagou:
- Zé, quantos quilos você pesa?
Resposta maliciosa:
- Já te esquecestes?

Uma dívida

Uma tarde, no Natal-Clube [em pleno Grande Ponto, na Cidade Alta], Zé Areia andou espalhando nas rodas que [o político e jurista] Djalma Marinho estava lhe devendo cinquenta cruzeiros. E saiu. Meia hora depois, apareceu Djalma Marinho e vários amigos lhe falaram sobre a estória da dívida a Zé Areia. Djalma estranhou, como era natural, a tal dívida. Encontrando-o, mais tarde, perguntou:
- Que estória é essa que anda espalhando de que eu lhe devo cinquenta cruzeiros?
- Deve - disse Zé Areia. - Eu lhe pedi, naquele dia, cem cruzeiros, e você só me emprestou cinquenta. Logo, deve cinquenta!...


POEMA PARA O NAMORADO
Leila Miccolis
[ in Poesia Erótica ]

Teu lado feminino me erotiza:
são belos, sensuais e muito caros
certos instantes gostosos, em que te encaro
menos como homem e mais como menina:
quando passas teus cremes para a pele,
ou pões o avental pra cozinhar,
ou quando em mim te esfregas
até gozar os teus gozos sem fim,
ou quando tuas mãos, leves e lésbicas,
desabam como plumas sobre mim.


HORÓSCOPO DA SEMANA

Áries
Dance um tango siberiano em ritmo de xaxado boliviano.
Cuidado com a saúde: evite o MacDonald's.
Estude o pensamento de Frei Caneca, herói da nossa gente.
Seja feliz: mergulhe nas águas de sua paixão.


Touro
Tenha um caso de amor com Maria Bonita, a cangaceira.
Pinte as casas de sua rua de azul, abacaxi e amarelo.
De noite, escute Händel. De tarde, Jackson do Pandeiro.
Seja feliz: que tal uma viagem para o sertão do Seridó?


Gêmeos
Faça a viagem de seus sonhos: para São Saruê.
Escute as sonatas de Scarlatti. Leia Guimrães Rosa.
Escreva novas cartas docemente impublicáveis.
Seja feliz: conheça Natal. Ou São Tomé das Letras.


Câncer
As três da manhã, caminhe nu(a) pelas ruas de seu bairro.
Estude o pensamento de Marx. E dos anarquistas.
Não se esqueça: José Agripino Maia provoca câncer político.
Seja feliz: invista no amor e numa alimentação natural.

Leão
Fantasie-se de vampiro(a) para ouvir João Gilberto.
Beba vinho e faça um 69 com o amor de sua vida.
Que tal conhecer Vênus? Ou Marte? Ou a obra de Aretino?
Seja feliz: leia Borges, leia Bachelard, ignore os demotucanos.

Virgem
Se homem, tenha duas esposas; se mulher, três maridos.
Veja O último tango em Paris mais uma vez.
Conheça a vida noturna do Rio de Janeiro.
Seja feliz: faça amor diariamente.


Libra
Aprofunde-se no universo de Clarice Lispector.
Adormeça em Natal e amanheça em Fortaleza.
Tenha uma biblioteca em sua casa. Mas nada de auto-ajuda.
Seja feliz: entre a dor e o nada, escolha Faulkner.


Escorpião
Divirta-se com O mágico de Oz, de Victor Fleming.
Leia Thomas Mann. Escute Brahms. Veja as hqs de Moebius.
Contrariando o PV natalense, defenda a Mata Atlântica.
Seja feliz: vá ao teatro, vá ao cinema, frequente livrarias.


Sagitário
Leia Ana Cristina César. E Ângela Melim.
Conheça Feira de Santana e Lençóis, na Bahia.
Leia Dante. Veja Visconti. Visite o Seridó. Ouça Bach.
Seja feliz: aprenda a amar os quadrinhos de Capp e Eisner.


Capricórnio
Não perca tempo com o Big Bosta Brazil. E o DEMo.
Seja criança por um dia: brinque de esconde-esconde.
Caicó que te quero Natal. Natal que te quero Rio de Janeiro.
Seja feliz: namore bastante. Ao som de John Coltrane.


Aquário
Visite uma das cidades invisíveis de Italo Calvino.
Navegue pelas páginas dos Ensaios de Montaigne.
Fique atento para o cinema de Eric Rohmer.
Seja feliz: com o dadaísmo e uma volta de roda gigante.


Peixes
Leia Jarbas Martins. E Paulo de Tarso. E Mao Tsé-Tung.
Que tal conhecer a Terra da Planície Cintilante¹?
Banhe-se nas águas douradas das Crônicas marcianas².
Seja feliz: escute Monteverdi e leia os clássicos franceses.

Serpente
Seja mulher, seja homem, seja você: com determinação.
Perfume-se com o suor do ser amado sob o luar de março.
Procure conhecer a literatura africana. E a paraibana.
"É proibido proibir" (Muros de Paris, em maio de 1968).


Notas:
¹ Terra da Planície Cintilante :
Também conhecida como Terra dos Homens Vivos,
possivelmente ao norte da Escócia.
Maiores informações com William Morris
e o historiador Muirakytan Macedo, de Caicó.
² Crônicas marcianas :
Contos de ficção cientítica que formam
uma estrutura romanesca em livro
lançado por Ray Bradbury em 1950.


LUTO LITERÁRIO
Sheyla Azevedo
[ in Bicho Esquisito ]

Nunca o vi, sempre o admirei.
Eis uma pessoa substantiva e inspiradora.
Em homenagem a José Mindlin, que não quis chegar a março de 2010 e foi ter com os querubins leitores, abro um livro, e me absorvo em suas páginas.

17 comentários:

líria porto disse...

mindlim - um anjo letrado!

avisem nina rizzi - pelo meu horóscopo, devo amanhecer em fortaleza!

zé areia - sábio e sabido!

leila miccolis - excelente, pra variar!

e tu, moa - nota mil!
besos

Mirse Maria disse...

A fotografia [LINDA] revela que na época não havia depilação, né?

Poemas maravilhosos, mas meu horóscopo está errado. Quem escreveu Leão?


No mais tudo perfeito!

Beijos

Moa!

Assinado Mirse Severina!

Mirse Maria disse...

A fotografia [LINDA] revela que na época não havia depilação, né?

Poemas maravilhosos, mas meu horóscopo está errado. Quem escreveu Leão?


No mais tudo perfeito!

Beijos

Moa!

Assinado Mirse Severina!

Mirse Maria disse...

A fotografia [LINDA] revela que na época não havia depilação, né?

Poemas maravilhosos, mas meu horóscopo está errado. Quem escreveu Leão?


No mais tudo perfeito!

Beijos

Moa!

Assinado Mirse Severina!

Mirse Maria disse...

A fotografia [LINDA] revela que na época não havia depilação, né?

Poemas maravilhosos, mas meu horóscopo está errado. Quem escreveu Leão?


No mais tudo perfeito!

Beijos

Moa!

Assinado Mirse Severina!

Mirse Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Assis Freitas disse...

Este Balaio de segunda está de primeira. O postal, ah o postal. Zé de Areia, que figura. O Horóscopo. E que indicações!!! Bravo, bravo. Abraço.

Jefferson Bessa disse...

o poema de Leila Miccolis é muito bom. Gostei muito!

Destaco também a bela fotografia
:-)

Abraços

Jefferson

Adriana Godoy disse...

Adoro esse balaio!! Porreta sempre! bj

Mme. S. disse...

E eu só posso assinar embaixo do que disse a Adriana Godoy, um cheiro meu querido e também inspirador!

nina rizzi disse...

por quê será que os comentários da mirsuda vão multiplicados e os meus não aparecem? rsrsrs...

tá, são tomé é pura lombra, mas quero me lambuzar é de são saruê, quems abe com as águas de março.

gosto de sagitário: metade homem, metade cavalo.

eu prefiro o(s) homen(s) lésbico(s).

ahn.. vou ser-presentear por aí...
beijo.

nina rizzi disse...

ah, sobre a fotografia: ela não parece a sssssssssss Louise Brooks?
e essas formas renascentistas, e os pelos, lembram a divina do cordel...

cheiro.

J.F. de Souza disse...

Sempre por aqui pra prestigiar o horóscopo do Balaio. E hoje me divertindo com as sátiras do Zé Areia. E acompanhando as (ou o que pra mim sao) novidades. Bom conhecer o Poesia Erótica e também os escritos de Sheyla Azevedo. =)

1[]!

Melissa disse...

Olá Tio, passei por aqui para matar saudades e me cobrir de inspiração. Beijos da sobrinha que é sua fã!

Wilson Torres Nanini disse...

Ótimo post. Seu balaio realmente ata entranhas a precipícios. Abraços!

Carito disse...

Linda a poesia de Leila, linda a foto, linda a homenagem de Sheyla. E Zé Areia pra cima nosso Macunaíma! Meu horóscopo ao som de John Coltrane é pra desvirtuar o afazer da semana. O Balaio declama, o prazer me chama!

BAR DO BARDO disse...

Leila me excita.