segunda-feira, 8 de outubro de 2007

UM FLA-FLU É MAIS DO QUE UM FLA-FLU.
É um sonho, um Seridó, um Maracanã,
é uma estrela, uma galáxia, um big-bang.
É mais do que um jogo luminoso de futebol:
é um poema/processo de tempestades e auroras,
é magia, orgasmo, e um Rio que se maraviolácea.







BALAIO PORRETA 1986
nº 2133
Natal, 8 de outubro de 2007


No terceiro aniversário da morte do meu pai,
EIS ALGUNS NORDESTINOS PORRETAS QUE JÁ SE ENCANTARAM
Luís da Câmara Cascudo (RN), etnógrafo,
e Gilberto Freyre (PE), sociólogo ;
João Cabral (PE) e Manuel Bandeira (PE), poetas;
Graciliano Ramos (AL) e José Lins do Rego (PB), romancistas;
Luiz Gonzaga (PE) e Jackson do Pandeiro (PB), músicos;
Torquato Neto (PI) e Zila Mamede (RN), poetas;
Glauber Rocha (BA), cineasta, e Sivuca (PB), músico;
Capiba (PE), músico, e Joaquim de Sousândrade (MA), poeta;
Anayde Beiriz (PB), professora,
e Leandro Gomes de Barros (PB), poeta popular;
Sílvio Romero (SE) e Tobias Barreto (SE), críticos e ensaístas;
Capistrano de Abreu (CE), historiador, e Jorge de Lima (AL), poeta;
José Bezerra Gomes (RN), poeta, e Maria Bonita (BA), cangaceira.


ALGUNS NORDESTINISMOS PORRETAS
[] Tomando a bença a cachorro e chamando gato de meu tio
= Quando a pessoa está muito embriagada.
[] Um roçado de xibiu
= Um bocado de mulheres no mesmo ambiente.
[] Comer na frente que nem enxada
= Diz-se do casal que mantém relações sexuais antes do casamento.
[] Quebra-cu
= Ônibus desconfortável.
[] Vá prantar galinha enquanto os pintos não nascem
= Vá pra puta que o pariu.
[] Afoimosiou
= Ficou linda.
[] Puetera
= Poetisa.
[ in Nem Kombi, nem Ford, nem sai de Sinca (2005),
de Myriam Gurgel Maia ]

10 comentários:

Vais disse...

Olá MOACY,
Moço, eu estava com saudades de passar por aqui às segundas e deixar meu comentário, não que eu venha só neste dia, pois é muito bom, é uma delícia, é porreta de dar uma passadinha no balaio.
abração.

Lino disse...

Gostei dos regionalismos, algo que me fascina e, ao mesmo tempo, mostra a diversidade que tem este imenso e belo país. Quando aos que se encantaram, certamente são grandes no Nordeste e fora dele.

ACANTHA disse...

Adorável, MOACY. Como sói acontecer..

Lívio Oliveira disse...

"Puetera" é ótimo! É ótimo!
Abração!
Lívio

Sonia disse...

Lembra do grito de guerra "Iu-rá-ré, Fluminense"? Adorei os nordestinismos - puetera eu tenho que espalhar por aí, principalmente entre as amigas - e a neta - pueteiras.

Tião disse...

Continua em Natal? A julgar pelos regionalismo, a temporada tá lhe fazendo bem. Tem mais de onde vieram esses?

Bosco Sobreira disse...

Parabéns pelo Fla e pelo Poema.
Um abraço.

Thiago Rachid disse...

Tudo é Fla-Flu, o resto é paisagem.

Fernanda Passos disse...

kkkkkkkkkkkkk

Eu, como boa nordestina, me deliciei com os regionalismos.
Um beijo saudosista.

Marco disse...

Caro mestre Moacy,
"comer na frente que nem enxada" é DEZ! Rá! Rá! Rá!...
Carpe Diem.