segunda-feira, 1 de dezembro de 2008


Clique na imagem
para verouvir o trêiler de
Vicky Cristina Barcelona
(Woody Allen, 2008)


BALAIO PORRETA 1986
n° 2495
Natal, 1 de dezembro de 2008

Recomendamos Vicky Cristina Barcelona (em Natal, numa das salas do Cinemark), com Javier Bardem, Penélope Cruz, Rebecca Hall - belíssima - e Scarlett Johansson. Está longe de ser um grande filme, mas vale a pena vê-lo.


POEMA de
Mariano Coelho (1899-1985),
a partir de conhecido tema
[ in Uns fesceninos, de Oswaldo Lamartine de Faria, org. ]

Botar o por onde mijo
no por onde vós mijais.

Perdão, se o pudor alijo:
Eu vos peço, consintais,
Botar o por onde mijo
No por onde vós mijais.

Esta petição redijo,
Sem instintos bestiais!
Botar o por onde mijo
No por onde vós mijais.

É natural, não me aflijo;
Também não vos aflijais,
Se boto o por onde mijo
No por onde vós mijais.

Meus feios modos corrijo;
Porque, pois, me censurais
Se boto o por onde mijo
No por onde vós mijais.


UNS FESCENINOS: RELANÇAMENTO MARAVILHOSO

A reedição fac-similar de Uns fesceninos, a raríssima antologia de poesia popular - "cantigas d'escárnio e maldizer" - organizada por Oswaldo Lamartine de Faria (Rio, 1970), a partir de um exemplar anotado presenteado ao poeta cearense Virgílio Maia, é um dos marcos da produção editorial potiguar. Trata-se de uma edição primorosa, sob os auspícios da FUNCARTE e da Bagaço. Há nomes da maior importância em Uns fesceninos, como Moysés Sesyom, Renato Caldas e Mariano Coelho. Há que esperar, agora, a edição do exemplar anotado do cronista Vicente Serejo. Decerto, as duas (re)edições se complementarão.


BALAIO 2500

Em 12 de novembro de 1992, no Balaio 433

PESQUISA DATABALAIO DE COMUNICAÇÃO DELIRANTE

* Entre um fanzine e Luiz Brunet ou Julia Roberts, você escolheria:
| | o fanzine
| | Luiz Brunet ou Julia Roberts
| | Bussunda

* Copiando um jornal da grande imprensa,
o lugar mais estranho onde você já fez amor foi
| | no interior de uma Igreja Universal do Reino de Deus
| | na cama
| | num certo Casarão da Rua Lara Vilela, em Niterói

* O Balaio, enquanto jornalzine, deveria ser
| | mais porreta
| | mais delirante
| | mais borogodoso

Identificação, até certo ponto

Sexo -
masculino ( ) / feminino ( ) / neutro ( )
carioca ( ) / virgem ( ) / grupal ( )

Habilitação/Profissão -
Jornalismo ( ) / Publicidade ( ) / Cinema ( )
Astrologia ( ) / Relações Sexuais ( ) / Relações Metafísicas

8 comentários:

Francisco Sobreira disse...

Moacy,
Vou aguardar o DVD. Já decidi não ver mais filme em shopping,para evitar a presença de pessoas esfomeadas e de assistir a uma insuportável quantidade de trailer antes do filme. A não ser num caso excepcionalíssimo. Confio no seu taco, apesar de Allen já não ser mais o mesmo de muitos anos atrás. Abraço.

Mulher na Janela disse...

O Balaio continua porreta, Moacy. Mais delirante e mais borogodoso também...
Adorei a entrevista com Chico Doido, de alguns posts atrás...

Tudo sempre bom por aqui!

beijos...

Iara

Mme. S. disse...

estranho... ontem não consegui acessar o Balaio. Mas foi só um susto! Cá estou! beijos, S.

ada disse...

Êta post borogodoso!

Grande abraço!

Pavitra disse...


ah, posso responder, moacy? ahahahaa

adoro vir aqui e dar essas gargalhadas!

será que meu sexo é carioca? rsrs

beijos!!!

Cosmunicando disse...

hahahahaha... essa pesquisa databalaio tá borogodosa demais, isso sem falar no poema de Mariano =)

a foto é incrível

digo o mesmo que a Pavitra: vir aqui é se espalhar na risada, bom demais!

beijos!

Anônimo disse...

1. vou ver o filme! Gostei.
2. muito bom o poema do mariano coelho.
3.eu queria mesmo é fazer um amor borogodoso com a Penélope Cruz num certo casarão em Niterói...
rs.
valeu moacy.
douglas thomaz

Anônimo disse...

fico com delírios,
de preferência surreais

giulianoquase.