domingo, 8 de fevereiro de 2009


Imagem:
Retroatelier


BALAIO PORRETA 1986
n° 2562
Rio, 8 de fevereiro de 2009

Não desejarei a mulher do próximo nem a do remoto.
Como sabes, jamais tive paciência de esperar na fila.
(José Paulo PAES, in Promissória ao bom Deus. Socráticas, 2001 ]


PECADOS INTERIORANOS
4º - Ira
Paulo de Tarso Correia de Melo (RN)
[ in Rio dos homens, 2002 ]

Ah, minha filha,
eu sou assim:
quando tenho raiva de uma pessoa,

tenho raiva da pessoa,
da menina da pessoa
e da boneca da menina da pessoa.


UM POEMA CANTADO NA NOITE: IV
Tanussi Cardoso (RJ)
[ in Exercício do olhar, 2006 ]

é no osso das nuvens
no ar das flautas doces
na noite que nada espera
que o poema desespera


OFÍCIO
Antônio Morais de Carvalho (PB)
[ in Jogo de sentidos, 1986 ]

Não quero o poema-perfeito:
O fastio dos Deuses,
A bondade do Diabo,
O Verbo,
A Bomba!

Não quero o poema-perfeito:
Eu sei que o ultrapasso
Ao tocar o seu mistério.

Não quero o poema-perfeito,
O último-poema:
A poesia
É meu ofício cotidiano.


MANCHETES QUE ABALARAM O MUNDO
Max Nunes (RJ)
[ in Uma pulga na camisola, 1996 ]

Tarado come maçã e ataca donzela no Paraíso.

Desfalcada a seleção da Grécia.
Acertaram o calcanhar de Aquiles.

Ainda não foram encontrados os restos mortais
do chinês que inventou a pólvora.

Navegador português sem radar descobre o Brasil.

Luís XV ganha o primeiro lugar
na categoria luxo do Baile de Sodoma.


Cinema
TÍTULOS DE FILMES NO BRASIL E EM PORTUGAL

Título original: To have and have not (Hawks, 1944)
No Brasil: Uma aventura na Martinica
Em Portugal: Ter e não ter

Original: Double indemnity (Wilder, 1944)
No Brasil: Pacto de sangue
Em Portugal: Pagos a dobrar

Original: Spellbound (Hitchcock, 1945)
No Brasil: Quando fala o coração
Em Portugal: A casa encantada

Original: Les enfants du paradis (Carné, 1945)
No Brasil: O boulevard do crime
Em Portugal: Os rapazes da geral

Original: It's a wonderful life (Capra, 1946)
No Brasil: A felicidade não se compra
Em Portugal: Do céu caiu uma estrela

Título original: The asphalt jungle (Huston, 1950)
No Brasil: O segredo das jóias
Em Portugal: Quando a cidade dorme

8 comentários:

adrianna coelho disse...


tá muito bom o balaio!

a foto está linda e os poemas tbm...
e os títulos dos filmes?! rsrsr

eu já soube de alguns assim que eu nem faria ideia que eram os mesmos filmes que já tinha assistido.

moacy, o legal daqui, e da sua cabeça, é que vc é criativo. o balaio sempre traz surpresas, belezas e risos.

beijos

mario cezar disse...

caríssimo, os peitos acima planejam um ataque

mario cezar disse...

caríssimo, os peitos acima planejam um ataque

Jens disse...

Oi Moacy.
Passando pra desejar um bom domingão, enquanto espero o Gre-Nal.
PS: que peitos, QUE PEITOS!!!

WELLINGTON GUIMARÃES disse...

MOACY, MEU QUERIDO, ESTOU SEM CONSEGUIR TE LINKAR(CALMA, SEI QUE ÉS MACHO, NORDESTINO E VALENTE, COMO SOU) FALO QUE NÃO CONSIGO COLOCAR O BALAIO PORRETA NO MEU BLOG. É BALAIO VERMELHO, OU PORRETA?

Ines Motta disse...

Meu caro Moacy.
Gostaria de agradecer as palavras gentis deixadas meu blog. Fiquei surpresa, porque nem me arvoro a chamá-los de blogues. Chamo-os de registro do que urge, do que não pode calar...E, confesso, não esperava uma visita tão ilustre... Já te conheço há muito tempo e já li alguns livros dos teus livros.Também já conhecia o "Balaio" e mais recentemente, me deparei com ele, através do blog do Theo, o "Museu do Tudo".
Quanto a Muirakytan, trata-se do historiador, sim...e também meu ex-cônjuge, parceiro por 18 anos.Figura fantástica, em todos os aspectos.
Optei por três blogues, porque no "Velvet", posto poemas. Gosto de poesia. No "Objeto Obscuro", escrevo minhas "insanidades", un universo de realismo mágico, que aprendi a apreciar com Gabriel Garcia , Borges e Cortázar. No "Pandor'as", escrevo o que não cabe nem no 1° nem no 2°, cujo último Post abri uma exceção para um registro bem pessoal, sim. Era a saudade do neto.
Um grande abraço.
Volte quando puder. Será muito bem vindo.

Cosmunicando disse...

tô rindo até agora dos títulos dos filmes e das manchetes do Max Nunes =))

beijos Moacy

nina rizzi disse...

belíssima imagem, saio daqui, como sempre, inspirada :)

os poemas. tudos :)