sábado, 14 de março de 2009

OS FILMES QUE MARCARAM ÉPOCA
NA CAICÓ DOS ANOS 50
Clique na imagem
para verouvir
uma cena de
A vingança dos piratas
(Jacques Tourneur, 1951)


BALAIO PORRETA 1986
n° 2597
Natal, 14 de março de 2009


Exibido em Caicó por volta de 1954-55, Anne of Indies entusiasmou a cidade por sua trama de pirataria (que, então, fazia o maior sucesso entre os cinéfilos do Pax), pela beleza das atrizes Jean Peters - por quem me apaixonei momentaneamente - e Debra Paget, pelo colorido deslumbrante, por seu mistério envolvente, por suas paisagens "naturais" de feitio caribenho. E por mais, muito mais. Enfim, mais um filme a conquistar toda uma cidade.


LEITURAS POTYGUARES

O Sebo Vermelho (Av. Rio Branco, Cidade Alta) viverá hoje, no Dia da Poesia, um grande momento festivo-editorial: o (re)lançamento facsimilar de Leituras Potyguares, de Antonio Fagundes, antologia de textos cuja primeira edição é de 1933. Trata-se de um clássico voltado para a prática pedagógica dos anos 30, há muito tempo esgotadíssimo. Entre poesia e prosa, há textos de Gothardo Neto, Ponciano Barbosa, Palmyra Wanderley, Ferreira Itajubá, Eloy de Sousa, Auta de Souza, Segundo Wanderley, Nestor Lima, Henrique Castriciano, Manoel Dantas, Câmara Cascudo e assim por diante. São "varios e interessantes trechos de escriptores conterraneos, destinados á leitura dos Cursos Complementares do Estado" (do Parecer institucional sobre o pioneiro trabalho).
[Ontem, a Capitania das Artes homenageou os poetas
Volonté e Nei Leandro de Castro.]


FACA
Nivaldete Ferreira
[ in Sertania, 1979,
via Lápis Virtual ]

Faca:
Fina gomia
Que o fumo corta
Que arma o homem
E parte a melancia

Faca:
Fe(r)ro fio
Que arma o fumo
Que corta o homem
E reparte a melancia


ASSIM
Mercedes Lorenzo
[ in Cosmunicando ]

perambulando pelo cio que não me deve

te quero passos

ainda que pese meu antegozo sobre teu dorso

te quero leve

pra que o vento aspire a cena e nos carregue

te quero zonzo

e o prisma dessa miragem me faça arco

te quero índio

fundo - pra que indelével teu gosto fique

gostando em mim


DICIONÁRIO DO DIABO /Fragmentos/

de Ambrose Bierce (1842-1913)

Advogado : Pessoa hábil em burlar a lei.
Deplorável : O estado de um inimigo ou adversário após um choque imaginário conosco.
Diplomacia : A arte honrosa de mentir pela pátria.
Fidelidade : Virtude própria dos que estão prestes a ser traídos.
História : Crônica quase sempre falha, de acontecimentos quase sempre sem importância, causados por governantes quase sempre velhacos e por soldados quase sempre imbecis.
Liberdade : Um dos mais preciosos bens da imaginação.
Paciência : Forma menor de desespero, disfarçada como virtude.
Patriotismo : No famoso dicionário do Dr. Johnson, o patriotismo é definido como o último refúgio dos patifes. Com todo o respeito devido a um esclarecido mas inferior lexicógrafo, peço licença para sugerir que seja o primeiro.
Santo : Um pecador revisto e corrigido.
Virtudes : Certas abstenções.


PENSANDO A POLÍTICA

João Agripino Maia, Agaciel Maia, João Maia, Micarla de Souza:
farinha podre do mesmo saco furado.

12 comentários:

Pedrita disse...

eu não lembro se vi a vingança dos piratas. beijos, pedrita

Marcos disse...

Caros amigos:

Os políticos indicados por Moacy são realmente lastimáveis. Sinto falta de reafirmarmos a importância incontornável da política e a necessidade de produzirmos políticos profissionais decentes. Há pouquíssimos exemplos de que isso é possível. Meu receio é de que, salientando tanto os péssimos, fiquemos com a impressão de que política é só aquilo. Depende, ao menos um pouco, de nós.
Abraços:

Marcos Silva

Odessa Valadares disse...

Alguns Maias se salvam, porém.

Bom, posso repassar os fragmentos do Dicionário do Diabo (com créditos?)

Jens disse...

Oi Moacy.
"Advogado : Pessoa hábil em burlar a lei." Nunca esta observação foi tão correta e atual como no Brasil de Gilmar Dantas e Daniel Mendes.
Um abraço.

Francisco Sobreira disse...

Caro Moacy,
Não conheço esse filme. Mas Tourneur foi um diretor talentoso que se saiu bem em diversos gêneros. E que bom rever, no frescor da juventude, Debra Paget e Jean Peters. Um abraço.

Marcos disse...

Odessa:

"Os Maias", de Eça de Queiroz, é um bonito romance, um dos melhores do autor.
Abraços:

Marcos Silva

Odessa Valadares disse...

Interesante, eu nem estava a me lembrar do Eça, mas de Lavoisier Maia mesmo, o primeiro governador a garantir pelo menso um médico em cada município do Rio Grande do Norte!

líria porto disse...

de tudo que li eu te digo
jamais serei santa
ninguém terá paciência para revisar e corrigir
minhas reticências

líria porto

Marco disse...

Caro mestre Moacy,
não me recordo bem, mas acho que vi este filme numa das antigas sessões da tarde.
Gostei muito do "dicionário do diabo". Dei boas risadas...
Carpe Diem.

Marcos disse...

Prezada Odessa:

Pensei que garantir um médico por município era obrigação constituicional ou meramente humanitária. Certamente, a maioria dos políticos profissionais ignora constituição e humanitarismo. Mas é bom que Lavoisier tenha feito isso, honra seu prenome e o século XX.
Cordialmente:

Marcos Silva

Cosmunicando disse...

Moa querido,
tô voltando de viagem hoje, mas passei pra agradecer a inclusão do meu poema nesse Balaio maravilhoso.
Assim que tomar fôlego vou me atualizar em todas as novidades daqui.
grande beijo =)

Mirse disse...

Lindo o filme!!!!!!

Amei os poemas, o Dicionário do Diabo, e quanto aos políticos.... só mudam as moscas.

Beijos]


Mirze