sexta-feira, 17 de abril de 2009

Cartão postal do início do século passado
in
Canta Piriquito Canta


BALAIO PORRETA 1986
n° 2631
Rio, 17 de abril de 2009

O único amor nobre é aquele que liberta.
(Joaquim NABUCO. Pensamentos soltos, 1906)


10 POETAS POTIGUARES
Bartolomeu Correia de Melo

Iracema Macedo
Jarbas Martins
João Lins Caldas
Jorge Fernandes
José Bezerra Gomes
Luís Carlos Guimarães
Nei Leandro de Castro
Paulo de Tarso Correia de Melo
Sanderson Negreiros
Zila Mamede


SONETO IMAGINÁRIO PARA NOVEMBRO
Jarbas Martins
[ in Contracanto, 1979 ]

Agora que novembro libertou os
enigmas que habitam o calendário
e - gaivota imatura - fez-se em voos
ao Atlântico azul e legendário;
agora que novembro - operário
do mar - alicerçou a estação
e levantou os muros de verão
para prender-te o corpo imaginário,
seremos livres pássaros. Então -
além do bem e do mal, em nossas bocas -
beijos e gritos inventar-se-ão
e lúcidas canções de frases loucas.

Agora, que é novembro e me descubro,
desfaço-me das vestes de outubro.


POEMA
Miguel Cirilo
[ in Os elementos do caos, 1964)

- faltam dois galos vermelhos
para a morte nos unir:
amor que dorme, desperta,
não é hora de dormir.

me dá arsênico e rosa:
quero morrer sem sentir.
amor, já se acende a aurora:
ajuda-me a não fugir.

- abraça-me com o desgosto
da vida que não te dei.
- pelo muito que me deste:
não foi só a ti que amei.

entregaste-me uma sombra,
talvez com medo de mim.
- amor, a morte me assombra...
- só posso te amar assim...


10 POETAS POTIGUARES
Cefas Carvalho

1. Zila Mamede
2. Luís Carlos Guimarães
3. Jorge Fernandes
4. Nei Leandro de Castro
5. Miguel Cirilo
6. Antonio Francisco
7. Iracema Macedo
8. João Andrade

9. Antoniel Campos
10. Diva Cunha

6 comentários:

Mirse disse...

Bom dia, Moacy!
E que dia lindo de abril, começando pelo "cartão postal do início do século" (Óleo sobre tela?) Lindo!

Jarbas Martins é um poeta de primeira. Se libertar de novembro e se desfazer das vestes de outubro! D++++

Miguel Cirilo (1964) Revolução DITADURA

É um lindo poema de amor no prfundo medo da morte.
Faz sentido!

Suas escolhas, são de um gosto refinadíssimo!

Parabéns, Moacy!
Eis porque me viciei aqui no seu cantinho!

Beijos

Mirse

Marcos disse...

Moacy:

A indagação de Mirse (acima) sobre o cartão postal de hoje é plenamente justificável pq a imagem se inspirou claramente na pintura clássica (Ticiano, Velásquez, Goya). Não estamos acostumados a essas apropriações refinadas (avant la lettre) por uma arte habitualmente considerada "menor".
Abraços:

Marcos Silva

nina rizzi disse...

belíssimos os poemas :)
e que imagem. saio tonta e doida e louca e...

Francisco Sobreira disse...

Caro Moacy,
Bons os poemas de Jarbas e Cirilo. E quanto a listas, já encontrei em algumas delas o nome de Antonio Francisco. Por ignorância minha, certamente, nunca tinha ouvido falar nele. É poeta novo^? Conhece a poesia dele?

Nydia Bonetti disse...

Que belos poemas, Moacy!
Sempre o olhar atento e sensivel.
Bom final de semana!
Nydia

Beti Timm disse...

Tô levando o poema de Miguel Cirilo lá pro Rosa, espero que ele não fique brabo, mas vou pedir permissão à ele. Aqui tem sempre coisas lindas.

Beijo carinhoso