segunda-feira, 4 de maio de 2009

O despertar de Vênus
(1741)
Charles Joseph Natoire


BALAIO PORRETA 1986
n° 2651
Rio, 4 de maio de 2009

Assim como cria, a religião interpreta escrituras - ou, para sermos mais precisos, é função de cada corpo religioso servir de nediação entre a Bíblia e os seus membros. Porque a Bíblia não é auto-evidente, mas uma ampla e complexa antologia de obras compiladas a partir de escritos do judaísmo
e do cristianismo antigos.

(John B. GABEL & Charles B. WHEELER.
A Bíblia como literatura, 1986)


O LIVRO DOS LIVROS
(25)

Texto estabelecido por
Moatidatotatýne, o Escriba

O encontro de Moysés Sesyom do Sertão
com Moisés Sesiom do Seridó

De casa em casa, de rua em rua, de bairro em bairro, Moysés Sesyom do Sertão levava a Palavra do Senhor das Alturas para os seridoenses e para o povo de Açu. E dizia: "Louvado seja o nome do Senhor!" E todos respondiam: "Para sempre seja louvado!" E o Profeta dizia: "Louvada seja a terra do Seridó!" E todos respondiam: "Para sempre seja louvada". E o Patriarca dizia: "Louvadas sejam as futuras sangrias(¹) do Itans, do Gargalheiras, do Boqueirão, do Santo Antônio, do Zangarelhas, da Passagem das Traíras e do Açudão de Açu!" E todos respondiam: "Para sempre sejam louvadas!"

E aconteceu que, pelas ruas da cidade, Moysés Sesyom do Sertão encontrou um xará seu, o poeta popular Moisés Sesiom do Seridó, que nascera em Caicó e ali se estabelecera. E para descansar de suas andanças, sabendo que o xará era exímio glosador, cuja fama pornô-metafísica seria cantada em prosa e verso pelo historiador Chico Amorim, o Profeta convidou-o para tomar umas e outras na bodega mais próxima. E depois da terceira lapada, o Patriarca sapecou um mote arretado:

"Bebo, fumo, jogo e danço
Sou perdido por mulher".

E o poeta glosou na hora:

"Vida longa não alcanço
Na orgia ou no prazer
Mas, enquanto eu não morrer
Bebo, fumo, jogo e danço!
Brinco, farreio, não canso.
Me censure quem quiser
Enquanto eu vida tiver
Cumprindo essa sina venho
E, além dos vícios que tenho,
Sou perdido por mulher!...

E Moysés Sesyom do Sertão e os demais deram boas gaitadas(²). E o Profeta, mais comedido e de forma mais apropriada para um servo do Senhor das Alturas, mudou de tom:

"Deus, apesar de ofendido,
Não se vinga de ninguém".

E Moisés Sesiom do Seridó glosou:

"Ele é pai compadecido
Amparo dos desgraçados
Perdoa os nossos pecados.
Deus, apesar de ofendido,
Meu pensar mal entendido
Não se pode causar bem
Estou certo disso, porém
Confio num Deus bondoso
Por ser Ele um pai piedoso
Não se vinga de ninguém.

E o poeta foi muito aplaudido. E o poeta muito aplaudido foi. E o Senhor das Sombras, que aparecera de repente no meio da multidão, disse: "Num sei não, num sei não, mas desconfio que o Senhor das Alturas, aproveitando-se da ingenuidade de Moysés Sesyom do Sertão e do tal Moisés Sesiom do Seridó, através de seus escribas apropriou-se indevidamente da poesia popular de épocas futuras para enriquecer o seu Livro. Que coisa mais feia, Senhor! Plagiando o que não poderá ser plagiado...(³)".

E o Senhor das Alturas, irritado com a falsa acusação, apareceu para dizer: "Bobagem das grandes. Se tudo posso, tudo crio, tudo vejo, as palavras do futuro que me parecerem adequadas também me pertencem e me pertencerão. Não te esqueças: Eu sou aquele que sou Eu. Eu serei o que Eu serei(ª¹). Estarás, por acaso, acusando-me de plagiador? Eis um conceito que não Me atinge. Estou acima de Tudo, visse? Estou, inclusive, muito acima de alguns gigantes da história da humanidade, que ainda não nasceram, como Johann Sebastian Bach e William Shakespeare. Só não estou acima da beleza de Ava Gardner."

E o Senhor das Sombras, com o rabo entre as pernas, disse: "Por favor, Mestre, não fiques irritado. Por favor, não quero voltar para o não-lugar da não-luz"(ª²). E o Senhor das Alturas disse: "Não sou teu mestre porra nenhuma. Deixemos o poeta e o Profeta em paz e vamos cuidar de nossas vidas eternas. Ai, que preguiça...".

Próximos capítulos:
A terra prometida
Despedida e morte de Moysés Sesyom do Sertão


Notas:

(¹) Mais uma passagem profética d'O Livro, já que o primeiro açude em todo o Nordeste brasileiro - o Recreio, de Caicó -, com seu sangradouro [lugar apropriado para a sangria: o transbordamento das águas de uma dada represa], só foi construído em 1842 da Era Comum.
(²) Gaitada : Risada franca e escandalosa.
(³) Para muitos teólogos da modernidade, neste caso específico é possível que o Senhor das Sombras esteja com a razão. Em termos, pelo menos, já que as suas palavras foram, são e serão aprovadas pelo próprio Senhor das Alturas. O fato é que existe um livro, editado em 1961 da Era Comum, intitulado Eu conheci Sesyom, de Francisco Amorim.
(ª¹) Provavelmente, o momento culminante d'O Livro, enquanto pensamento teológico. Não é a primeira vez que, por sua importância judaico-gráfico-seridoense, revela-se aqui em toda a sua complexidade metafísico-aristotélico-cascudiana.
(ª²) Não-lugar da não-luz: o Inferno cristão conceituado pela Palavra Sagrada do Senhor das Alturas através do Senhor das Sombras.

8 comentários:

líria porto disse...

" Só não estou acima da beleza de Ava Gardner."

deus é fiel!! risos
besos

Mirse disse...

Bom Dia, Moacy!

Hoje o escriba eatá para lá de inspirado. Até terminou com o mantra de Macunaíma: Ai que preguiça! Muito bom!


Lindíssima imagem de Charles!

Parabéns, amigo!

Beijos

Mirse

Jens disse...

Hei, Moacy.
O Moisés Sesiom do Seridó promete. Mais, mais...
Um abraço.

mario cezar disse...

moacy, vi a sangria do gargalheiras, este rugir úmido. sopro. este fungar de carnes líquidas

Ines Motta disse...

Olá, Moacy.
Que inspiração, heim?
E enquanto o Senhor das alturas preguiçosamente descansa esperamos a "Terra prometida" e a "Despedida de Sesyom".
Um beijo.
Hasta!

gabidogato disse...

"Não sou teu mestre porra nenhuma. Deixemos o poeta e o Profeta em paz e vamos cuidar de nossas vidas eternas."

Hahah, adorei o texto, tou na espera de mais!

WELLINGTON GUIMARÃES disse...

MARAVILHOSO. BACANÉRRIMO.
O SENHOR DAS ALTURAS CRIOU TUDO, INCLUSIVE A PORRA, QUE É UMA PALAVRA DIVINA, POR REPRESENTAR A CONTINUAÇÃO DA VIDA,

Cosmunicando disse...

super! um duelo repentista bíblico... e um senhor das alturas dizendo que não é mestre de porra nenhuma =)
adorei Moa,
beijos