terça-feira, 5 de maio de 2009

Uma seridoense tomando banho de chuva em Caicó?
Não, nem em Caicó, nem em Acari, nem em Jardim do Seridó.
Será em Carnaúba dos Dantas? Ou em Timbaúba dos Batistas?
Não, decididamente não.
Nem mesmo em São João do Sabugi ou São José do Seridó.
Será então em Currais Novos, em Parelhas, em Cruzeta?
Também não, também não.
Aliás, será seridoense a bela mulher da foto?
Em verdade, em verdade, eu vos digo:
as seridoenses costumam ser mais borogodosas.

Foto:
Klaipeda


BALAIO PORRETA 1986
n° 2652
Rio, 5 de maio de 2009

[O sociólogo Marco Antonio] Vila é fantástico. Ele considera um absurdo o número de pobres beneficiado pelo bolsa-família, mas parece não se incomodar com o número de pobres em si.
(Tomás Ângelo, in Luís NASSIF Online, em 04/05/09)


KHRYSTAL NO TEATRO RIVAL

A ótima cantora Khrystal, do Rio Grande do Norte, lançará hoje no Teatro Rival (Cinelândia, Rio) o cd de coco Coisa de preto, às 19:30h. Uma noite com disco e espetáculo, claro. Coisa de gente que sabe cantar. Vale a pena conferir.


DIAS DE NÃO
Mirse
[ in Meu Lampejo ]

Um triste canto
canta na alma
o des canto
de um amor
que esperei
des esperei
guardei no
p r a n t o.


A LABAREDA ÁVIDA
Max Martins
[ in O risco subscrito, 1980 ]

A labareda ávida a consumir-lhe
estava ali. Em lâmina e opala
a ferrugem e o eco retorcidos

(Ao rubro pendão do açoite
erguia-se um búfalo)


HALO SOBRE O OMBRO
Marcelo Novaes
[ in O lugar que importa ]

Não. Ela não percorrerá
as casas de cabeça baixa.
Nem invocará minha
presença. [Não se faz
mais necessária].

[E é bom que não se faça].

Nem quando [porventura] vir
o pórtico de um templo novo
ou outra paisagem, quando
então poderia pensar: “ Ah,
que bom [seria] dividir com
ele mais essa descoberta...!”.

Não. Nem nessa circunstância.

Ela percorrerá as ruas
mirando o halo por sobre
o ombro de cada homem.
Sabendo escolher outra
pessoa olhando fundo,
no olho.

Sem jogar para o
lado seu longo
cabelo.

11 comentários:

Mirse disse...

Nossa, Moacy!
Que emoção! Não mereço, mas agradeço, amigo!

O poema do Novaes comentei ontem. Ele estava inspiradíssimo por sinal. Fico com o dele.

Estou sempre para perguntar e hoje é o dia oportuno.

Qual o ritmo da música mais tocada aí? É o coco, mesmo? Sou muito ligada em música e gostaria de saber mais sobre isso.

Beijos amigo!

Grata pelo carinho!

Mirse

Ines Motta disse...

Uii, menino!
Gostei de saber que nós somos mais borogodosas, hehehhe
Adorei o poema da Mirse.
Un beso, mi amigo!
Hasta.

BAR DO BARDO disse...

Moacy, bons textos e boas informações!
- Henrique Pimenta

Marcelo Novaes disse...

Oi, Moacy!



Muito grato pela postagem!


Gostei muito de "Dias de Não" ( de minha mais fiel amiga), e d'"A Labareda Ávida", com uma força imagética de derrubar búfalos. Ou erguê-los!



:)






Abraços, e GRATIDÃO!













Marcelo.

gabidogato disse...

Borogodosas e cheias de qui qui qui;

Beijo e boa semana!

Adriana disse...

Moacy,
aqui tem de tudo, muito bom humor, política, poesia...é bom vir se in-formar.

Mme. S. disse...

mesmo não sendo tão borogodosa assim, adorei a fotografia... um cheiro, estava com saudades de você e de vir aqui.

Eliene Dantas disse...

Oi Moacy, muitas chuvas aqui pelo Seridó ainda e tudo indica que elas permanecerão ainda por um bom tempo. Não sei porque, mas já começo a sentir falta da terra seca...
bj carinhoso e, decididamente, essa mulher não é do seridó. Tá faltando uma corzinha rsrs e muito glamour de mulher guerreira, cavaleira correndo a luz da lua.

Jens disse...

As seridoenses costumam ser mais borogodosas?
Uau!, fui!!!
Aguardem-me, garotas, tô chegando!
Valeu a informação, Moacy.

Adrianna Coelho disse...


Caramba!

Vc sabe que adoro poesia e que nem deixaria de comentar esse post, e não vou. Gostei dos 3: Mirze e Marcelo juntos, com poemas lindos, sendo que esse do Marcelo me é particularmente significatvo, e o do Max é exuberante de tão bom.

Agora, Tomás Ângelo acertou na MOSCA. A declaração dele é o impacto desse nº 2652.

Beti Timm disse...

Mestre,

como de praxe tudo está perfeito neste espaço especial, mas "borogodosa" amei de paixão. como diz a gurizada: Você é dez!!!

Beijos carinhosos