sexta-feira, 15 de maio de 2009

O encontro do sertão com o mar,
na Praia de (São) Cristóvão,
em Areia Branca,
litoral norte do Rio Grande,
terra do poeta Deífilo Gurgel

Foto:
Alexandro Gurgel
in
Chão Potiguar


BALAIO PORRETA 1986
n° 2662
Rio, 15 de maio de 2009

Ora, sabendo que Micarla [Prefeita de Natal] é uma figura midiática, com larga experiência no manejo da própria imagem e além do mais, proprietária de uma empresa de comunicação televisiva, quem poderia esperar que sua gestão não houvesse de ser igualmente midiática, uma gestão baseada mais na aparência, do que nas ações políticas? De uma candidatura meramente midiática devemos esperar muita propaganda e pouco resultado. Então não há razão para espanto com a inoperância de sua gestão. Sua gestão é e será feita na base de efeitos especiais, um jogo de cena.
(Tetê BEZERRA, in Substantivo Plural)


Poesia potiguar
AINDA OS 10 MAIS

Só agora recebemos a lista dos "10 Mais" da poesia potiguar do pesquisador, folclorista e igualmente poeta Deífilo Gurgel. Mesmo com o final da pesquisa, resolvemos reproduzi-la. Ei-la, pois: 1) Ferreira Itajubá; 2) Auta de Sousa; 3) José Bezerra Gomes; 4) João Lins Caldas; 5) Luís Carlos Guimarães; 6) Miguel Cirilo; 7) João Gualberto; 8) Diva Cunha; 9) Sanderson Negreiros; e 10) Nei Leandro de Castro.


A PRAIA
Deífilo Gurgel
[ in Os dias e as noites, 1979 ]

Daqui partiram rudes marinheiros
para as grandes viagens e aventuras,
com suas mãos de mar, calosas, duras,
rasgando novos rumos e roteiros.

Aqui sonharam ternas criaturas,
em noites de luar, sob o luzeiro
das cúmplices estrelas, nas alturas,
e a brisa farfalhante dos coqueiros.

A praia é testemunha da passagem
dos homens, pelos séculos, na viagem
para os eternos e invisíveis portos.

E o pé que hoje a palmilha é o mesmo pé
de antigos ancestrais, mortos na fé,
mortos no amor, onipresentes mortos.

NADA
Carlos Gurgel

(p/ Anadyr)

nada
nadinha
diz mais
do que a fonte sagrada
do amor

nada absolutamente nada
é maior
do que teu sorriso
revelador

um tanto do muito do tudo do que preciso

nada
assim eu sei
que absolutamente nada
se compara
a sua infinita luz.


TRÊS POEMAS
Marco Justo
[ in Opus, 1993)

Me lambe amor.
Me lambe inteiro
em tua boca:
até não restar
nada mais
que um Homem.

***

É uma devassa
tua palavra quando queima
em minha língua.

***

Todos os
silêncios
são gatos.


REALIDADE
Líria Porto
[ in Tanto Mar ]

abracadabra
bracadabra
racadabra
acadabra
cadabra
adabra
dabra
abra
bra
ra
a

abracadabra
abracadabr
abracadab
abracada
abracad
abraca
abrac
abra
abr
ab
a

não tem mágica
tudo termina
na mesma
vogal

FEIRA DE CITAÇÕES ESPORRENTAS

[] Só conheço um afrodisíaco - a mulher.
(Millôr Fernandes)
[] O Ministério da Saúde adverte: conservadorismo e puritanismo provocam câncer.
(Balaio 985)
[] O homem é um deus quando sonha e não passa de um mendigo quando pensa.
(Hölderlin)
[] A televisão é a maior maravilha da ciência a serviço da imbecilidade humana.
(Barão de Itararé)
[] O sonho é o pensamento em férias.
(Murilo Mendes)
[] Seja um viciado em amor. Não há nenhuma contra-indicação do Ministério da Saúde.
(Dailor Varela)
[] Deus é Soda. Já dizia Fócrates.
(Boêmio da Lapa, no Rio)
[] O gol é o orgasmo do futebol.
(Anônimo, em pleno Maraca, no Rio)
[] Prefiro o paraíso pelo clima, e o inferno pela companhia.
(Marx Twain)
[] Deus é o único ser que, para reinar, não precisa sequer existir.
(Charles Baudelaire)
[] O caminho dos excessos leva ao palácio da sabedoria.
(William Blake)

10 comentários:

Lívio Oliveira disse...

Alex Gurgel continua se superando na fotografia. Deífilo é um dos meus preferidos e é amigo de Deus. As máximas são máximas.

Bom levar esse balaio pra casa todo dia!

Mirse disse...

Que beleaza o contraste do sertão com o mar. Fotógrafo e paisagem excelentes!


Adorei o NADA de Carlos Gurgel.

E das citações, todas são ótimas, mas a de HÖlderlin e a de Baudelaire, me tocaram mais!

Excelente!

Parabéns, Moacy

Beijos

Mirse

líria porto disse...

pingar minhas vogais neste balaio - nada melhor!
besos e obrigada, moa!

Mariazita disse...

A imagem que encima o post é simplesmente maravilhosa!

A poesia é muito boa. Permito-me destacar A PRAIA.
Soneto é a minha preferida forma de poesia; praia (mar e arredores...) meu tema mais gostoso...

As máximas...são o máximo!
Conclusão; óptimo post. nota 10!

Aproveitando a boleia (carona em brasileiro) deixe-me agradecer as suas explicações deixadas no meu "Histórias".
O que eu aprendo consigo!!! A sério.
Obrigada.

Bom fim de semana

Beijinhos
Mariazita

nina rizzi disse...

há dias mais inteiros. dias de se enfiar uma ameixa inteira na boca. e engolir semente mais que frutos tudos. artaud.

infelizmente a citação sobre a prefeita não se finda em rn :s por aqui andam a dizer que a greve não é armna legítima de luta. um governo do pt. é mole? assim nem sobe!

das citações, destaco blake, itararé e, claro, baudelaire. essa foi soda!

no mais, amo as línguas, os poemas sutis que sobram palavras. a líria...

ah, no mais-mais. estava a ouvir algo e me lembrei de que um dia vc chegou ao meu blogue
: "uma moça que lê a ideologia alemã e´a naúsea, e ouve scarlatti merece ser lida"... pois, estas são tuas, por me proporcionar um dia-inteiro. a primeira é pra insurgir. a segunda pra flanar.

http://www.imeem.com/people/iWC1Ab/music/dnLEMQuy/d-scarlatti-sonata-in-aminor/

http://www.imeem.com/witsend/music/i0aKR3CL/domenico-scarlatti-c-major-sonata-k-159/

beijos :)

BAR DO BARDO disse...

não conheço micarla, mas...

deífilo merece minha filia...

sinto saudades do eli celso...

abç, moacy.

ada disse...

Linda demais essa minha terra!!!

Jens disse...

Oi Moacy.
Moe, Larry e Shemp - meus neurônios - estavam mais enferrujados e ranzinzas que o normal, devido à ausência das luminosidades do Balaio. Pai amoroso, cá estou atendendo aos desejos dos filhos diletos. Ficamos particularmente encantados com a frase (verso?) de Murilo Mendes: O sonho é o pensamento em férias.
Um abraço.

Alexandro Gurgel disse...

Fico feliz por ver minhas imagens dentro do Balaio. Use e abuse do nosso Chao Potiguar. Abraços.
Alex

Cosmunicando disse...

Líria dispensa comentários, esse poema é demais.

adorei os de Marco Justo também =)

das citações esporrentas, fico com todas,

beijo