quinta-feira, 15 de abril de 2010

Sessão Nostalgia:
Gene Tierney
(1920-1991)
Alguns de seus principais filmes:
Laura *** (Preminger, 1944)
O diabo disse não ** (Lubitsch, 1943)
Tempestade sobre Washington * (Preminger, 1962)
A volta de Frank James * (Lang, 1940)
Sombras do mal * (Dassin, 1950)
Amar foi minha ruína * (Stahal, 1945)
Precisam ser [re]vistos:
Caminho áspero (Ford, 1941)
Paixão oriental (Hathaway, 1942)
O fio da navalha (Goulding, 1946)
O fantasma apaixonado (Mankiewicz, 1947)
Passos na noite (Preminger, 1950)


BALAIO PORRETA 1986
n° 2992
Rio, 15 de abril de 2010


O CÂNONE POTIGUARRIOGRANDENSEDONORTE
João da Mata Costa
[ in Substantivo Plural ]

PROSA

Luis da Câmara Cascudo
José Bezerra Gomes
Polycarpo Feitosa
Edgar Barbosa
M. Rodrigues de Melo
Oswaldo Lamartine
Otacílio Alecrim
Sanderson Negreiros
Henrique Castriciano
Anchieta Fernandes

POESIA

Nei Leandro de Castro
Jorge Fernandes
Luis Carlos Guimarães
Miguel Cirilo
Zila Mamede
Iracema Macedo
Othoniel Menezes
Ferreira Itajubá
Walfran Queiroz
Adriano de Sousa

MÚSICA

Waldemar de Almeida
Oswaldo de Souza
Henrique Brito
Tico da Costa
K'ximbinho
Ademilde Fonseca
Tonheca Dantas
Felinto Lúcio
Nozinho
Elino Julião

PINTURA

Newton Navarro
Dorian Gray
Erasmo Xavier
Leopoldo Nelson
Marcelus Bob
Assis Marinho
Levi
Thomé
Socorro Evangelista
Vatenor

ESCULTURA, MARCHETERIA E OUTRAS ARTES

Palatinik
Zaira Caldas
Manxa
Xico Santeiro
Jordão
João Natal
Ulisses Leopoldo
Luzia Dantas
Carbone
Seu Santos

PS. O Rio Grande do Norte possui uma rica e diversificada cultura nos mais diferentes campos do fazer artístico. Muitos desses artistas alcançaram fama nacional e internacional. Essa arte – muitas vezes, é desconhecida dos próprios norte-riograndense. Selecionamos os dez mais em algumas áreas da cultura: literatura, música e artes plásticas, mesmo sabendo as lacunas e que muitos dos artistas são multimídias e podem atuar em diferentes áreas dessa pobre compartimentalização.


OVERLETRAS
uma overdose de letras
Carito
[ in Os Poetas Elétricos ]

1.
No início
Era o verbo
Depois
O vício

2.
Na ótica narcótica de quem escreve
A palavra larveia
Serve e ferve a verve
Na veia

3.
O sujeito corre
Particípio do passado
Quando morre

4.
Uns vão de lambreta
Outros ao pé
Da letra

5.
Invento
De tocar o som da palavra com palheta ou ampulheta
Para perder
Tempo

6.
Escrevo
Escravo
Brigo com a rosa
Pra mudar o rumo da prosa

7.
Voyerizo o que escrevo
Numa nova modalidade de punheta
Com medo de engravidar a palavra
Gozo fora do texto



ah!ah!ahhax
xcfghhhhhhrb
jjrwwwwwwwkiyer
wc06fmsrvxbfdefbsv
nsgdybjshhsjjsboh!OH!OH!
gbdggxretypqpmmanbccsffwim
x56bdçpinbsfFGJDAH!AH!wbnj
HjycbmhHSKKSKDBGTRTIOSLMSB
NSGWRRTUNDKIWTVSDAW
TOPOH!AH!AH!AH!MMDNNNG
HUMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!

10 comentários:

Assis Freitas disse...

Eletricidade pura, o Carito. Abraço

Zélia Guardiano disse...

Demais! Show!!!
Abraço

Jarbas Martins disse...

Carito figura na minha lista de
poetas pós-canônicos deste século.

Mirse Maria disse...

Bom dia, Moa!

Carito sempre!


Beijos

Mirse

Mme. S. disse...

Primeiro, a foto de um anjo, depois uma lista topíssima dos grandes do RN, em seguida um poema de tirar o fôlego = post porreta!

beijos querido, S.

Carito disse...

Camarada Moa: na cadeira do computador me sento, me sento lisonjeado...

Gracias!

líria porto disse...

putakipariu! o carito me deixou sem fôlego, com vontade de nunca mais fazer os meus versinhos...

parabéns, seu moço!

besos

Pedrita disse...

belíssima. beijos, pedrita

Dilberto L. Rosa disse...

Geniais metalinguagens virtuais presentes em "Overletras"! Adorei! E mais que bela lembrança de Gene: pena eu ter visto apenas seus trabalhos com Preminger... Abração!

Dilberto L. Rosa disse...

P.S.: Engraçado - em meu 'blog', na lista de atualizações (da qual fazes parte), acusa que o 'post' atual é sobre Veronica Lake, e não Gene Tierney!